DILMA PRESIDENTE ! E AGORA, JOSÉ ?

domingo, 31 de outubro de 2010

 

Acabo de saber que acabou a apuração e Dilma, conforme apontavam as últimas pesquisas, é a nova Presidente do Brasil. Parabéns à vencedora. Que tenha sucesso e governe com discernimento, paz e justiça.  E agora, José ?

O que isso representa para nós, aposentados e pensionistas do BB ?  A continuidade do atual sistema, pois a principal proposta da candidata foi a de dar seguimento ao Governo Lula.

Portanto, aguardo que agora a negociação do superavit caminhe mais ágil, pois os atores estão mais tranquilos, não vai haver grandes mudanças, o cafezinho continua quente, as gavetas não precisam ser esvaziadas nem os computadores deletados.

Isso a partir de quarta feira, por conta do feriadão.

Não vou afrouxar a pressão e para isso conto com vocês, no sentido de que continuem prestigiando o blog, para que ele tenha força. Continuem divulgando-o.  Já chegou a 1.300 vistas por dia. A meta agora é dois mil.  Inatingível ?  Depende de vocês.

Gostaria hoje apenas de tranquilizar alguns que tem telefonado ou escrito preocupado com o lado jurídico da questão.

Eu não mudei meu pensamento a respeito. Acho que é possível que se faça um acordo sem abrir mão de nossos direitos nem de nossa opinião sobre a injuricidade da resolução 26.  Também entendo que a FAABB não precisa retirar sua ação judicial, que tem importante liminar a nosso favor.

Isa Musa já se pronunciou a respeito. Além disso ela possui excelente assessor jurídico na pessoa do dr. Wagner Gusmão, advogado do Rio de Janeiro, do escritório Fernandes & Fernandes, a quem conheci pessoalmente em Belo Horizonte, responsável pela condução das ações de renda certa e que tem contribuido comigo nessa área. E´ um profissional competente e atento, não vai deixar a FAABB cometer nenhum escorregão. Portanto, tranquilizem-se.  Vamos aguardar o desenrolar dos acontecimentos e a proposta concreta do BB e da PREVI para que possamos analisa-la com profundidade e com isenção de ânimos.

Às vezes eu fico um pouco impaciente e incomodado com alguns comentários no blog.  Mas hoje, na Zero Hora, o colunista David Coimbra, contou a história da deusa Cibele.

“Para se tornar sacerdote da deusa Cibele, o homem precisava passar por algumas provas. Uma delas se constituía no seguinte: o sujeito devia atravessar uma extensa ponte que ficava tomada por anciãos sentados à esquerda e à direita, formando uma espécie de corredor polonês. O candidato passava por entre os anciãos, que o insultavam. Diziam tudo de ruim a respeito dele, inventavam ofensas, xingavam-no à exaustão. Se o pobre difamado conseguisse chegar ao fim sem se abalar, estava aprovado.

A internet é mais ou menos assim. Emails, comentários no blog, tuiter, tudo é quase instantâneo, a pessoa senta-se diante de um teclado e desabafa suas frustrações pela ponta dos dedos. Quem lida com esse instrumento tem de entende-lo. E´ como se fosse uma provação. Um exercício de humildade. Tem que se conter, não pode se abalar.”

E´ isso aí.  Vou fazer o possível para não me perturbar. Conto com vocês para entender que esse não é um blog de debates. E´um blog de informação presente, em cima dos fatos. E´um blog onde dou minha modesta opinião e não sou o dono da verdade. Acerto e erro como todo mundo. E procura ser um blog de pressão para desencantar a tal de distribuição do superavit.  Para isso necessita bastantes visualisadores e seguidores para ter força na PREVI e no BANCO DO BRASIL. O que depende só de vocês.

Amanhã pretendo ir para a praia, que não sou de ferro ralaxar um pouco.

9 comentários:

Anônimo disse...

Dr Medeiros!Não desanime!Se alguns não gostam da sua posição paciência, nem Jesus agradou à todos!Com o seu Blog e este espaço estamos incomodando a muitos poderosos, e eles sabem disso!Também sou um otimista e acho que tudo tem a caminhar para uma solução, e penso que o atual governo, sem a dança das cadeiras tb tem interesse em repartir este superávit.Afinal ninguém quer ter a pecha de maltratar os velhinhos!Dr Medeiros, aproveite a praia e descanse, depois volte com energia total para essa batalha, pois precisamos do senhor como aliado forte a nosso favor!

Um forte abraço,

Paulo Segundo.Viçosa-MG

Ari disse...

Caro Medeiros,

Sempre é bom ler uma pessoa otimista. Que o céu ratifique tudo o que você pensa e diz neste blog.
Confesso que não estou tão convicto, mas alegra-me ver convicção em pessoas que merecem crédito, como o nobre causídico.
Entrementes, quero aproveitar para agradecê-lo, como vice-presidente da Aapprevi, a inclusão do nosso blog Previ Plano 1 em sua lista de blogs expostos à esquerda de seus excelentes posts.

Ari Zanella - Joinville-SC

Jorge Teixeira - Araruama (RJ) disse...

Colega Medeiros,
Concordo quando diz que, em razão da eleição da candidata Dilma, agora a negociação do superávit poderá caminhar com mais agilidade. Pelo que se pode depreender, não existe mais nenhum possível óbice impedindo que esse processo deslanche de vez. Você aborda com muita propriedade o caso da liminar obtida pela Faabb. Afirma que não mudou o seu pensamento a respeito achando ser possível que se faça um acordo sem abrir mão de nossos direitos nem de nossa opinião sobre a injuricidade da resolução 26. Entende também que a FAABB não precisa retirar sua ação judicial, que tem importante liminar a nosso favor. Apesar de tudo, colega Medeiros, eu pergunto se não seria possível o patrocinador condicionar a utilização dos recursos da reserva especial por parte dos associados com a retirada da justiça de qualquer tipo de ação que impeça ele patrocinador de efetivamente retirar do caixa da Previ o que julga lhe ser de direito? Há caso semelhante na história recente do nosso fundo de pensão.

Anônimo disse...

Prezado Doutor Medeiros.

Nós já conhecemos a nova Presidenta eleita do Brasil,que de fato irá buscar os 50% do superávit que a Resolução CGPC26 (Pimentel)lhes conferiu na outorga desta resolução ao arrepio da lei 109/2001.
Agora Medeiros as "MORDAÇAS" já podem ser retiradas e os Medalhões já podem falar.
Medalhões que não perderam suas raízes em virtudes da pluralidade de defender seus altos salários,os ELEITOS DA PREVI podem falar?.
Falar de como será perpetuado o grande roubo,as claras,sem oposição e com gente morrendo por falta de recursos.tendo uma mão rica,poderosa e muito abastada,e esta nada pode fazer para sanar as deficiencias dos seus participantes e assistidos.
Teremos mais quatros bons anos de SUPERÁVIT? ou Veremos o nosso patromõnio aos poucos ir sumindo com obras faraonicas ostentadas pelo dinheiro de gente onesta e muito trabalhadora que ao longo dos 200 anos do Banco do Brasil dedicaram suas vidas a esta instituição que vira as costas para seus 90 ventões,80 ointões e assim vai?.
Creio que a "Mordaça" de que falo não chegue neste Blog,que sempre pautou pela ética,pelos valores morais,pela responsabilidade que sempre teve a frente do CONSELHO FISCAL DA PREVI,que nunca conseguiram colocar Mordaças no homem que mudou um pouco da triste história da previ nesses últimos anos da era LULA.
Medeiros eu ainda confio nas suas palavras,na sua dedicação,de que haveremos de ter dias melhores ainda em 2010.
Atenciosamente
Maria do Socorro.

Anônimo disse...

Medeiros.

Cheque com suas fontes e faça uma explanação do que pode vir por ai ainda nesta reta final de governo LULA.
É mesmo possível que tenhamos melhorias ainda para 2010.

Quais as reais chances que temos haja vista que ninguém fala nada, vivemos sobra a luz do fim do túnel que teima em nunca terminar!.

Medeiros supondo que haja valores morais ainda a ser discutido,poderemos confiar nos que na mesa estão?.
Temos visto a Colega Isa Musa de Noronha,chegando ao limite da exaustão?Sua última frase no texto SER OU NÃO SER que esta no sati da FAABB ela diz:

Um abraço e se você reza, reze por mim...

Não seria até mesmo um pedido de socorro,amigo Medeiros,pedindo forças para continuar nessa jornada tão cheia de pedras,ou os que se julgam mais que ela acham que podem fazer um segundo RENDA CERTA II para somente uma parte dos associados da previ.

A CONFERIR OS PRÓXIMOS PASSOS DESSA SORDIDA NEGOCIAÇÃO.

ISA MUSA DE NORONHA.

NÃO ESTOU SOMENTE REZANDO NÃO,MAIS ESTAMOS FAZENDO UMA NOVENA EM SUA HOMENAGEM.

Por atenção ao Medeiros e a Isa Musa.

Atenciosamente

Amadeu Tamandaré

Anônimo disse...

Dr Medeiros,
Não sei por que razão, mas sempre me parece que o senhor sabe mais do que divulga. E essa impressão é passada por outros colegas que dialogam em diferentes grupos de discussão na internet. Sabemos que, tendo sido Presidente do Conselho Fiscal da Previ, o Doutor deve ter ainda muitos informantes dentro da PREVI. Então nos diga, sem subterfúgios, se dona Isa Noronha está fazendo papel de boba à mesa de negociações ou se, de fato, o superavite vai ser distribuído segundo propostas que emergirem naquela mesa. Dizem que tudo isso é jogo de cena, pois o Banco e a Previ já decidiram o que vão fazer e à mesa caberá apenas concordar e mais: dizem que vão levar a plebiscito para que todos possam votar.

Anônimo disse...

Medeiros.

Sabemos que voce tem contemplações que a maioria dos mediadores não tem que são fontes que sempre lhe ajudam nas previsões?.

Pois bem eu lhe pergunto:

A) Ricardo Flores voltará para o Banco do Brasil antes da Distribuição do Superávit.

B) O atual Presidente Aldemir Bendine,substituirá o atual Presidente da Companhia Vale.

C) Voce acredita que Sergio Rosa,mesmo após ataques sofridos com conta dos dossies envolvendo o nome da Previ,ainda terá alguma influência tanto no Banco do Brasil como na Previ.

E por último como o Medeiros por Medeiros encherga a ala sindical Contraf Cut,ela continuará sendo a nossa porta voz nas futuras negociações envolvendo a questão do SUPERÁVIT.

Ou podemos ter mudanças profundas no nosso cotidiano,como vimos a Campanha Dilma nada ofereceu a esse Grupo de "Previlegiados" como o nosso atual mandatário se dirigia a nossa classe.

Parabéns pela segurança que nos trasmite cada resposta.

Atenciosamente

Andre Lemes da Grela - MT

Anônimo disse...

Caro Medeiros,

Vou ter que discordar de novo de você. Aliás para o meu jeito de ser estou discordando demais, mas faz parte da democracia não!

Não consigo enxergar que as negociações sejam mais rápidas por alguns motivos:

1 - fomos desprezados como eleitores, ou posssíveis eleitores, do atual governo pela maneira que fomos e somos tratados. Se nos desprezaram porque mudariam o modo de agir agora?

2 - mudariam somente se o objetivo é retirar o máximo possível de recursos da PREVI agora ou em um futuro não muito distante. E aí eu pergunto: acontecendo isto é interessante para nós que as negociações sejam agilizadas? E vamos concordar com isto? O caminho, a despeito de muitas opiniões contrárias, não seria lançar mão no curto prazo do poder judiciário (via ação judicial com pedido imediato de bloqueio do superávit de 2009, entre outros itens da petição)?

Posso estar vendo o cenário diferente do que ele vai se apresentar para nós no curto prazo mas é assim que eu enxergo.

O governo que detém o poder apresenta momentos de recuo mas, sabidamente,
os momentos em que se sente mais poderoso são aqueles logo após a vitória em eleições. Acho que somos a bola da vez, aliás éramos e vamos continuar sendo. Qual o motivo disto? Ainda não sei.

Pessimista eu! Posso até ser.

Pois bem, tanto o pessimista exagerado como o otimista, também exagerado, pecam pelo mesmo motivo: estam distante da "realidade". Ambos constróem castelos, um recheado de mêdos e outro recheado de fantasias.

Anônimo disse...

: Cecília Garcez :: disse...
Prezado Medeiros,peço a devida licença para que publique,comentário de Cecília Garcez,ex Diretora de Planejamento da Previ.

Caros colegas,

Pelo que fui informada, as negociações não avançaram. Houve a reunião na PREVIC mas sem muita novidade, foi por isso que eu não publiquei nada. Na verdade, estou achando que o pessoal estava esperando o resultado das eleições. Pode ser que agora a coisa ande mais rápido. A questão principal é que os eleitos não aceitam que o Banco leve metade dos recursos simplesmente e o impasse está formado.

Ou ela Cecília esta faltando com a verdade, ou a Isa Musa de Noronha esta com a verdade,quando diz que há LUZ NO FIM DO TÚNEL.

Enquando não houver uma definição nas falas,uma sincronia nós estamos sendo feitos de bobos,pessoas idosas com mais de 60anos estão sendo feitos de IDIOTAS.
Os eleitos se acham donos do nosso patrimônio,tem GENTE MORRENDO.

Colegas sendo privados de ir as Consultas Médicas e como fica esta situação Medeiros.

Não se curve diante desta situação,pelo AMOR DE DEUS.

Com meus respeitos.

Maciel Silva de Almeida.