A MONTANHA PARIU UM RATO, MAS PARIU

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Essa é a minha sensação um dia depois do dia D.

Em primeiro lugar quero cumprimentar voces pelos comentários, que acabei de postar, porque ontem meu computador estava mais uma vez infectado e travado.

Mas parabéns, acho que todos deviam ler os comentários de voces, especialmente os dirigentes da Previ, do BB, e de nossas entidades.  Através deles poderão avaliar a repercussão, positiva ou negativa, do que foi anunciado ontem, como um acordo relativo ao superavit.

Na realidade é um pré acordo, uma proposta levada ao Conselho Deliberativo da PREVI, que vai se reuniar amanhã, sexta feira, para apreciar e decidir sopbre a distribuição do superavit.  E´ o conselho deliberativo o órgão que tem competência para tal.

Por isso mesmo, e já com a força que voces tem dado ao blog, ontem mais de 5.000 acessos, é que estou neste momento dirigindo email e telefonemas aos conselheiros eleitos pedindo que eles melhorem alguns ítens da proposta.

A incidencia de 20% apenas sobre o complemento PREVI não pode prosperar. Como bem disse um dos blogueiros, se por acaso existe algum problema de ordem regimentar, então que se aplique 25% que dá praticamente o mesmo. Basta fazer as contas. Peguem um assistido (não gosto desse nome) que ganha R$ 5.000,00, sendo R$ 4.000,00 da Previ e R$ 1.000,00 do INSS. Vinte por cento sobre o total dá R$ 1.000,00.  Vinte por cento sobre o complemento PREVI dá R$ 800,00. Vinte e cinco por cento sobre o complemento PREVI dá R$ 1.000,00. E pronto, está resolvida a questão. Igual a Valia. Recursos existem.

Caso contrário, garanto que vou continuar lutando pelos proventos totais, inclusive judicialmente.  Não é possível admitir uma compreensão tão mesquinha e injusta.

A retroatividade saiu , sim, graças ao enorme esforço dispendido pelo Lahorgue na reunião. Foi incansável na defesa da retroatividade. Podem perguntar para Isa Musa e para os demais participantes. Seria uma espécie de bonus de Natal.

Acho que a montanha pariu um rato, porque para isso que nasceu não havia nenhuma necessidade de reuniões, bastava uma simples decisão do conselho deliberativo, pois se trata de mero reajuste linear do benefício enquanto durar o superavit, com estipulação de piso mínimo, em fórmula complicada, dará um pouco mais do que os R$ 500,00, segundo se espera, mais a manutenção da suspensão das contribuições. Para mim, o resto são firulas. A redação do acordo deixa dúvidas e merece reparos. Eu, por exemplo, não assinaria.

Tenho a nítida impressão que o que o BB e a Previ pretenderam foi armar uma cilada para que houvesse o reconhecimento da resolução 26, com o que os nossos representantes de entidades não concordaram de jeito nenhum. Perguntem para Isa.

Frustrada essa tentativa, restou o tal de acordo, frustrante, sem dúvida, mas que não deixa de ser uma luzinha no final do tunel, e que para os mais necessitados sempre representa um auxilio importante, que não pode ser desprezado por ninguém que tenha sentimento de humanidade e de coleguismo.

Vamos continuar a luta. Acho que vencemos uma batalha, mas a guerra continua. De minha parte já estou escrevendo e telefonando para os nossos conselheiros deliberativos da PREVI.  Porque não fazem o mesmo ?

Sobre os pedidos para que explique detalhadamente os ítens, vou fazer o seguinte, hoje à tarde vou conversar com o Lahorgue e depois começarei a postar os esclarecimentos que voces pedem. Entretanto, acho que deveríamos aguardar a decisão do conselho deliberativo da PREVI, para só então começar o trabalho nesse sentido, porque, certamente, eles tentarão levar a decisão para uma votação e aí irão sobrar explicações. Mas farei a minha parte explicando para voces. Só um pouquinho de paciencia,

Agora há pouco me perguntaram sobre as pensionistas, sobre o aumento do teto de 60 para 80% e sobre a questão dos 360/360. Essas questões ficaram para serem analisadas e resolvidas em 2011, com o prazo de seis meses a partir de janeiro, através de entendimento entre o BB., Previ, Ministério da Fazenda e Planejamento. Acho uma vergonha que essa questão tenha ficado de fora agora do acordo, assim como a regularização do renda certta e da cesta alimentação. O que foi feito é um mero protocolo de intenções e de intenções e de promessas já estamos cheios.

Vamos lá. Vamos desfrutar do que conseguimos, rejeitar o que nos desgostou, e lutar para melhorar e aperfeiçoar a proposta que está aí.  Mas uma coisa eu peço a voces. Não vamos nos abater. A luta continua. Vamos agir. E já.

DELENDA CARTHAGO – SUPERAVIT JÁ

42 comentários:

Anônimo disse...

Bom dia, Dr Medeiros! Gostaria de fazer uma pergunta: E o teto das pensionistas ? Não tocaram nesse assunto? Subirem para 80% , pois 60% é uma vergonha, não acha? Lute por nós!!! Obrigada e que DEus o abençõe.

MEDEIROS disse...

Realmente acho. O Lahorgue lutou pelas pensionistas. Mas saiu uma decisão de que foi feito um acordo paralelo, do BB, da Previ, do Ministério da Fazenda e do Planejamento, de que em seis meses, a partir de janeiro, serão feitos estudos para contemplar a revisão e ao realinhamento do plano de benefícios e aí as pensionistas seriam afinal contempladas. Mas se trata de um protocolo de intenções, uma promessa apenas, como tantas outras.

Anônimo disse...

parabens, Medeiros,pela suapacienciae discernimento nas questoes abordadas.Não sei,se saberiaresponder,os pré 97,que ganham a totalidade(complemento)os 20% serao dados abatendo a parcela q recebem da PRVI°?seria caso d ecoerencia e igualdade para quem recebe)pos-97, o INSS separado.

Anônimo disse...

Bom dia Dr Medeiros
Sou presença assídua no seu blog, claro q vc sabe. Temos que estimular os colegas aposentados a escrever p a previ reclamando e fazendo vê-los as nossas dificuldades. Noto, pelo q leio que mts n o fazem, n sei bem o q temem.
A internet taí colegas, vms usar este meio tão eficaz p manifestar nossos pensamentos.
Só tenho a lhe dizer MUITO OBRIGADA pela luta e por favor, perdoe estes que lhe criticam impiedosamente.
Um abraço
Dorinha
Fortaleza

Anônimo disse...

DOUTOR MEDEIROS

MAS OS 20% SERÃO PARA TODOS INCLUSIVE AS PENSIONISTAS TAMBÉM VÃO TER DIREITO?

O QUE FICOU PARA REALINHAMENTO É SOMENTE O PERCENTUAL DE 60% PARA 80% ESTA PROPOSTA.

MAS COMO APOSENTADOS AS PENSIONISTAS TERÃO SOBRE O COMPLEMENTO PREVI VERBA P300 OS 20% DA PROPOSTA.

ESTA CORRETO MEU RACIOCÍNEO.

SE NÃO DAQUI A POUCO TEREMOS PENSIONISTAS CHORANDO AOS VENTOS, ACHANDO QUE MAIS UMA VEZ NÃO VÃO RECEBER NADA !!!.

ATENCIOSAMENTE

AMADEU TAMANDARÉ

Anônimo disse...

SERIA BOM O SENHOR EXPLICAR, COLEGA MEDEIROS.

20% DE AUMENTO É PRA TODOS, INCLUSIVE PARA PENSIONISTAS.

E SOMENTE A PROPOSTA DIRETA A CLASSE DE PENSIONISTAS,O AUMENTO DE 60% PARA 80% É QUE FICOU PARA DEPOIS.

É ISSO MESMO?.

Anônimo disse...

Colega Medeiros.

Como será a proposta de número 3 ? como será calculada ? quem terá direito sobre ela ? futuro aposentados, ou aposentados e pensionistas.

Há muitos questões ainda sem definição?

Não entendemos quase nada dessa proposta, ta igual as propostas aos JOÃO PLENÁRIO da PRAÇA É NOSSA.

Anônimo disse...

Medeiros.

seria possível a previ fazer um adiantamento, para que possamos receber já agora no dia 20 estas 12 parcelas?.

No texto diz, que primeiro tem que passar pela previc?.

Como a Previ faria esse adiantamento e posteriormente receberia quando da homologação do acordo pela previc.

haja vista talvez o motivo de terem ido aos ministros ( fazenda e planejamento ) já agora.

seria mais uma certeza de que a corda não seria ruida e nosso natal melhorado um pouco???.

aguardo seu pronunciamento.

Anônimo disse...

Afinal de contas Medeiros.

Quando botamos a mão nessa grana? antes do natal ou depois do carnaval ?????.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Discordo da tese dos 25%. Recebo 700,00 Previ e 2.400,00 INSS = 3.100,00. 20% sobre 3.100,00 = 620,00, e 25% sobre 700,00 = 175,00. Isso só beneficiaria quem recebe valores Previ maiores.

Anônimo disse...

Doutor, Corre atrás da parte do inss. para os pos 97.


abraços.

MEDEIROS disse...

Olhem, estou saindo de casa para a associação para trabalhar meus casos jurídicos e falar com o Lahorgue. Mas respondo a dois comentários muito adequados. As pensionistas estão incluidas nos vinte por cento. O acordo fala na renda mensal por pensão. Só não foi incluido o aumento do percentual de 60 para 80%. Tem razão a pensionista que recebe mais do INSS do que da PREVI. Para ela como para outras que conheço de situação semelhante, os 25% não resolveriam. O certo mesmo é a inclusão da verba do INSS. Não entendo como puderam ser tão insensíveis.

Sergio disse...

Acompanho o blog e li o acordo todo no site da Anabb..por ironia lá, ao lado da notícia do acordo tem a notícia de 16/11 do lucro do BB 32,7% maior etc...Achei que o que estão nos propondo é um absurdo...comparo a uma cesta básica para quem tem necessidades básicas...digo isso por que sei que muitos estão comemorando e inclusive me criticarão...essa é a arma deles...temos direito a muito..mas sabem que nos contentamos com pouco/migalhas...e daqui a uns dias a necessidade voltará...na votação sou voto contrário...não é assim que se trata quem construiu o patrimonio da Previ...que vai ficar para quem????

Anônimo disse...

DR.Medeiros,

O "acordinho", foi PÉSSIMO, MISERÁVEL, uma verdadeira aberração, como sempre.

Nossos representantes são fantoches não teêm poder de decisão nenhuma, aceitam tudo que o Patrocinador impõe, são verdadeiros capachos, se não servem para defender os interesses dos aposentados e pensionistas para que se propõem à nos representar.Aprovam justamente o que é inconcebível.

VOTO NÃO

Anônimo disse...

Sr. Medeiros


Qual o valor do superávit, previsto para ser usado nessa MERRECA de acordo?

Anônimo disse...

Dr. Medeiros, haja paciência para as indagações!!
Gostei por enquanto do acordo, mas, pergunto se dará tempo em receber as 12 parcelas adiantadas até o Natal??
OBRIGADO
Antonio

MEDEIROS disse...

o é de que em dezembro se receba a retroatividade ou adiantamento, empreguem o nome que quiserem, o que representa doze parcelas acumuladas. Mas vai depender de não melarem o acordo, parcial ou totalmente. Vamos aguardar os acontecimentos. E continuar lutando por melhorias e agilidade.

Anônimo disse...

Precisamos urgentemente mudar o slogan do final dos artigos para:
DELENDA BRASÍLIA - SUPERÁVIT TOTUS

Anônimo disse...

Dr Medeiros,

Favor. comentar, se estou certa?

Ninguem recebe menos que CR$ 1.377,63
é o salário minimo da previ, certo?

JOana

Anônimo disse...

Sempre as pensionistas ficam prejudicadas. Não tem importancia Jesus nunca nos abandonará.Esse pessoal vai prestar as contas lá em cima não aqui infelizmente.Eles não se preocupam conosco porque se as esposas deles se fiacarem viuvas certamente receberão uma fortuna.
Que Deus tenha piedade desses pobres pecadores.

Anônimo disse...

Ao colega que perguntou quanto custa essa merreca:
A PREVI informou em reunião ocorrida há mais de 1 mês que 20% por seis anos custariam R$ 7,2 bi. Como entra agora também o benefício mínimo provisório, deve se aproximar de R$ 8 bi esta parte.
Quanto a suspensão das contribuições por 3 anos, custariam R$ 2,1 bi, informado na mesma reunião.
Os benefícios especiais de remuneração e proporcionalidade não entram nessa conta por já estarem apartados anteriormente.
Daí, feita a soma, queimamos R$ 11 bi, sendo que metade do disponível no último balancete, nossos 50%, não passam de R$ 12,5 bi.
Sobra quase nada para as outras propostas.

Anônimo disse...

BOA TARDE ( 25.11.2.010 ), HELENO PINTO NOBRE; MATRÍCULA; 3.984.740-3 ( NÃO ; JAMAIS ANÔNIMO ). GOSTARIA DE AGRADECER A SUA PACIÊNCIA; SEU DESPOJO EM AJUDAR A "RALÉ". MORO AQUI A UM PASSO DO FIM DO MUNDO;BEM LONGE ONDE TUDO ACONTECE QUE É A ILHA DA FANTASIA;ONDE LADRÕES ( POLITICOS) FINGEM QUE TRABALHAM. AGRADEÇO DE CORAÇÃO A SUA BOA VONTADE DE SERVIR E ACREDITO PELO QUE TENHO LIDO SEM O MÍNIMO INTERESSE DE QUALQUER RETORNO. SE POR ACASO TEREMOS QUE TALVEZ ENTRAR NA JUSTIÇA DE BRINQUEDO DE NOSSO PAÍS QUE NÃO FUNCIONA; SOU CANDIDATO A JUNTO COM MAIS ALGUÉM ENTRARMOS; SE O SR. PERMITIR QUE POSSAMOS FAZÊ-LO. MEU ENDEREÇO ELETRÔNICO É hp_nobre@hotmail.com. QUALQUER COMUNICAÇÃO ESTOU NO AGUARDO. REALMENTE EU JÁ SABIA QUE A DESCONSIDERAÇÃO DO BANCO POR NÓS EX-FUNCIONÁRIOS; JÁ FOI NOTADA POR MIM DESDE ANTES DE 2.004; QUANDO ME APOSENTEI. E COMO JÁ DISSE ANTERIORMENTE O BANCO EM QUE ME APOSENTEI EM 20.04.2004; DIA QUE COMPLETEI 53ANOS ERA TOTALMENTE OUTRA EMPRESA DA QUE ENTREI EM 06.06.1977. UM ABRAÇO E ROGO QUE DEUS LHE DÊ MUITA SAÚDE PARA VOCÊ E SEUS FAMILIARES. NÃO SOMENTE POR TUDO ISTO QUE O SR. ESTÁ FAZENDO. UM FORTE ABRAÇO; DE UM DOS DA " RALÉ".

ernandez2008 disse...

Minha pergunta é simples.

Pode na reunião de amanhã a PREVI alterar parametros definidos no acordo ? Ou tem que ser igualzinho ao que foi assinado.

jeanne disse...

Medeiros, os 20% que serão dados serão de, no mínimo, 30% da parcela previ?Todos terão no mínimo quase 600,00 de aumento por mes?Está certo o que eu entendi? Obrigada, Jeanne

jeanne disse...

Medeiros, os 20% que serão dados serão de, no mínimo, 30% da parcela previ?Todos terão no mínimo quase 600,00 de aumento por mes?Está certo o que eu entendi? Obrigada, Jeanne

Anônimo disse...

MEU DEUS.........

Onde foi que o maluco do SASSERON, WALMIR, ISA E SEUS COMPARSAS inventram que o acordo comtemplas as espectativas dos associados.

SE EU TIVESSE LÁ TERIA ERA MEDO E VERGONHA EM COLOCAR QUALQUER RABISCO NAQUELE PAPAEL........

Medíocres, mortos de fome.......

Jorge Teixeira - Araruama (RJ) disse...

Colega Medeiros,
Sem prejuízo das explicações pormenorizadas que lhe solicitei acerca de cada uma das propostas que integram o acordo que a colega Cecília classifica como fantástico, entendo que a Previ deveria oficialmente se manifestar na página da internet esmiuçando também cada uma delas. Vale lembrar que se cogita da realização de um plebiscito submetendo a todo corpo social esse acordo que poderá ou não ser firmado. Para que cada um vote conscientemente é indispensável esse posicionamento do nosso fundo de pensão. Você concorda ou não?

Anônimo disse...

Dr.Medeiros - acabo de ler o seu comentário de hoje.Não deu para resolver tudo, mas em parte-este tão esperado superáviteInfelizmente temos de nos conformar. Por enquanto algum avanço conseguimos.Entre outros ficou para depois a questão dos 36o.360.Vamos continuar lutando e por esse ideal, contamos com o Sr.Ainda falta a PREVI homologar o acordo, aguardemos. Um grande abraço- RUI.

Anônimo disse...

Sr Medeiros,

Por favor, seja mais objetivo: Retroatividade = Direito/Crédito.
Adiantamento = Dívida = Gastar por conta do futuro = Submissão.

Francamente. Com representantes assim, não é de estranhar a ESMOLA.
Quero ver coragem de publicar.

Anônimo disse...

Caro Medeiros, embora eu esteja feliz pela possibilidade de receber alguma coisa desse superávit, tenho refletido muito sobre se vale mesmo a pena. Não sei se a proposta será posta em votação, mas se o fizerem, votarei contra. Como outro colega comentou antes, bem sabemos que esse dinheiro é vital para muitos de nós. Mas concordando com isso, estaremos dizendo sim a um roubo. Creio que o interesse maior em resolver essa pendência é do próprio BB, posto que foi questionado por órgãos internacionais sobre o seu balanço em curso. Então, não seria o momento ideal para recusarmos o acordo? Abraço, Anderson

Anônimo disse...

- É UMA PENA O RICARDO PENA:

- O CARA ENGANA ESCREVENDO.... E FALANDO....

- SOU MAIS O MALA DO MALAFAIA...

Somam-se os Benefícios para aplicar os 20% ???, disse...

Tendo em vista que os Beneficios Especiais de Remuneração (P380) e de Proporcionalidade (P390) serão incorporados ao Benefício P300 PREVI, acho (ou tenhamos certeza?) que os 20% serão calculados SOBRE A SOMA DOS BENEFICIOS INCORPORADOS ! Ou não ?, Já que o Beneficio do INSS parece que não somará nos 20% ! (Parece, quem sabe ainda serão ?).
Dúvidas pairam e devem ser pró-assistidos!!!

Anônimo disse...

Pelo que andei lendo, o Deliberativo da Previ vai tão somente caribar o acordo ainda em novembro e o crédito sai na folha de dezembro, pois os membros do deliberativo estavam na mesa e também trabalharam para que saísse aquilo. As pensionisas também vão receber os 20% e também vão receber doze parcelas adiantadas. Ou seja, se uma pensionista ganha 5.000,00 de pensão, receberá em dezembro, 12.000,00 e, a partir de janeiro, 1.000,00 a mais todo mês. Se isso é pouco, é para alguns, para outros não, o fato é que não deve ter sido fácil, afinal precisou até ouvir os Ministros de Fazenda e Planejamento.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,
Será que o Senhor conseguiria, junto ao Sr. Lahorgue, esclarecimentos sobre o Termo de Compromisso assinado na Reunião. Quais seriam os itens que foram procrastinados, e que seriam objeto de alterações do Regulamento do PB1?

Anônimo disse...

Prezado Medeiros, aderi ao Plano de Adequação do Quadro, PAQ, em 1996 e não retirei a reserva da PREVI e hoje recebo um benefício mensal que correspondia a 1% daquele valor à época em que completei cinqüenta anos de idade e como sabemos aqueles valores estão necessitando de reajustes uma vez que ficou retido ao fundo 2/3 do meu capital. Este tema já foi colocado em votação junto aos participantes da PREVI e a sua maioria foi favorável à devolução aos demitidos, inclusive fez parte da campanha da chapa três que ganhou as eleições e estão na direção atualmente. Gostaria de saber do colega se é justo o tratamento que estão dando aos PEDEVISTAS? Peço que este assunto seja mais abordado em seu blogger, e que seja ventilado a possibilidade de um acordo conosco onde receberíamos uma percentagem sobre os valores retidos e reajustados em forma de renda certa e vitalícia onde o capital não sairia da previ e quando morrêssemos continuariam fazendo parte do seu capital. Muitos colegas ainda não conseguiram se aposentar e a CARIM tomando na justiça seus imóveis residenciais e com este capital retido. Isso não é justo nem está perfeito.
Othon Figueiredo Freitas - 7993750-0

Anônimo disse...

Sr. Medeiros, Sra. Isa Musa, Sr. Lahorgue

Falou-se que outras questões seriam resolvidas em 2011, no prazo de 06 meses, a contar de janeiro.
Pelo amor de Deus ESTE PRAZO É EXCESSIVAMENTE LONGO ! Porque não no prazo de 03 meses ?

Três meses dá tempo de sobra para analisar e resolver estas outras questões.

Luis Eustáquio de Castro - Araxá-MG

Anônimo disse...

Colega Luis Eustáquio
É assim mesmo que funciona.
Para editar a Resolução bastou um dia; 29 de setembro de 2008. Reuniram-se, discutiram e resolveram.
Mas, para realinhar o Plano de beneficios precisa de muito estudo, muitas reuniões, muitas contabilizações. Até o final do 1º semestre de 2011 quantos não estarão mais entre nós. Serão, pelos menos, mais 3 contabilizações: balanço geral de 2010, 1º trimestre de 2011 e 2º trimestre de 2011.
Alguem acredita que sobrará algo para nós?

Anônimo disse...

Sugiro que os que não entenderam as propostas procurem ler no site da Previ o Estatuto e o Regulamento do Plano de Benefícios. Lá vão saber o que significa cada coisa... Eta gente que quer tudo mastigado...Sou pensionista mas não sou burra. Li e sei o que e o quanto vou receber e por quanto tempo.

Anônimo disse...

Êta pensionista anônima das 22:01 arrogante. Essa matou o pobre do marido.

ME ENGANA, QUE EU GOSTO, disse...

Leiam a cartilha anterior sobre o tal Benefício de Renda Certa, que nós aprovamos e VEJAM como é fácil enganar os votantes participantes dos Planos de Aposentadoria desta PREVI.
Eta gentinha burra!!! só servem para votar, E MAL !
Agora vamos votar novamente ?
Aprovaremos e depois choraremos...
VOTO NÃO ! Pois o referendo de intenções está mal redigido, com clara intenção de enganar aos participantes, DE NOVO...

Anônimo disse...

É isso aí, Medeiros! Vc conta com todo o apoio de quem não cai na armadilha desses cães que querem botar a mão no que nos pertence, e não a eles! Um abraço! FORÇA TOTAL! VAMOS PRÁ FRENTE!

Anônimo disse...

Dr.Medeiros, estavas sumido? Até que enfim voltou no Blog. Continuamos na espectativa de novas notícias.
Um abraço - RUI