PRECISAMOS CUIDAR DE NOSSA PROVEDORA

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Nesses tempos modernos existem provedores prá tudo quanto é lado. Sem eles nossos computadores e telefones, por exemplo, não funcionariam.  Ficaríamos num mato sem cachorro.

Nossa provedora principal , certamente, é a PREVI, pois dela é que recebemos nossas pensões e aposentadorias. Dela é que dependemos para ter um final digno em nossas vidas. Do seu patrimônio, que ajudamos a construir com sacrifício, virá o nosso sustento e nossa alegria em nossa velhice. Envelhecer com dignidade e tranquilidade é o que nos garante o nosso plano 1 da PREVI.

Por isso temos que cuidar dela.  Por isso não podemos permitir que se cometam abusos contra o seu patrimônio. Por isso temos que defende-la contra os assédios contra sua poupança, que é avantajada . Por isso não podemos ser pródigos com o seu cobiçado superavit.em frente à Previ

Podemos dividi-lo, sim, mas com cuidado, com as cautelas necessárias. Senão aquilo que hoje é bonito, é bonito e é bonito, de repente pode se desvanecer, perder o encanto e sumir por aí. E depois não adianta chorar “tristeza não tem fim”.

Por isso, neste momento, em que se inicia um plebiscito sobre o superavit, que não é indispensável, que só prolongou o processo, que só serve para o BB e a PREVI utilizarem seu resultado em futuras ações judiciais, que os diretores da PREVI afirmam que foi idéia das entidades do funcionalismo e dos aposentados, que a PREVI também diz que é porque valoriza a opinião de um quadro social que não mais existe, não tem voz e está fragmentado, lembro a historinha contada sempre pelo Paulo Sant’ana, colunista de ZH, com muita graça: -

Um senhor chegou de avião de seu trabalho, mais cedo, pegou um táxi e ofereceu para o motorista uma boa gratificação se ele ajudasse a dar um flagrante em sua esposa, que, ele tinha certeza, naquela hora o estaria traindo com um amante. O motorista aceitou e foram para onde morava o marido chifrudo.

Chegando lá, entraram na bela casa e foram direto para o quarto do casal. De fato, a esposa e o amante estavam nus na cama matrimonial. O motorista já ia tirar a fotografia reveladora quando o marido traido pegou um revólver, desatinado, e ia atirar no amante da mulher.

Foi quando esta falou: -

Se quiseres mata-lo, mata-o. Mas quero te lembrar uma coisa muito importante. Sabes quem pagou esta linda casa ?  Foi ele. O automóvel Mercedes de que tanto te orgulhas ?  Foi ele.  Nossas férias na praia ?  Foi ele.  Tua cirurgia da próstata ? Foi ele.  Minha plástica ?  Foi ele. Ultimamente, é ele, na verdade, quem nos sustenta. Agora, age de acordo com a tua consciencia. Mata-o ! E´ SIM  ou NÃO.

O marido se dirigiu para o motorista e falou, desesperado:  Pega rápido um cobertor e tapa o moço que ele pode pegar uma gripe.

Moral da história:  Não se deve maltratar nem matar o provedor.

Precisamos, de fato, cuidar de nossa provedora, a PREVI, para que não pegue gripe, para que a gripe não vire pneumonia, para que não vá parar no hospital e venha a sucumbir atacada pela super- bactéria.

Por isso, e pela última vez,

MEU VOTO É NÃO.

15 comentários:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

ALô GENTE BOA DO SITE DO MEDEIROS....
....AQUELE ABRAÇO....
- CREDITADO A PRIMEIRA PARCELA DA "MERRECA" DO SUPERAVIT 2009, CONSIDERAREMOS ESTE EPISÓDIO COMO "CASO ENCERRADO"....

- SEMPRE PAUTADO NA JUSTIÇA E ÉTICA PROSSEGUIREMOS EM 2011 COM NOVAS REIVINDICAÇÕES..., AGORA COM MAIS EXPERIÊNCIA..., AFINAL A VIRGINDADE FOI QUEBRADA.....

Mauricio disse...

Reflexão:

Sei que muitos já tomaram suas decisões e já sonham com o peru no natal.
Apenas gostaria de chamá-los a uma reflexão final.
Todos sabem que houve uma fraude no decreto (isto é fato) e que hoje os pdvistas clamam pelos seus valores retidos na previ.
Também é fato que mais dias, menos dias a previ terá que restituir estes valores que pertencem aos pdvistas.
O banco já levou a parte dele, á vista e os assistidos, irão levar em 60 parcelas,
De onde vocês acham que a previ vai tirar para pagar os pdvistas?
Pensem no amanha, não adianta garantir o peru deste natal se ainda existem muitos outros natais pela frente e poderão faltar, não só o peru, porem mais, muito mais.

Bom voto a todos.

Mauricio Furtado
Movimento Nacional dos Demitidos do Banco do Brasil

Jorge Teixeira - Araruama (RJ) disse...

Colega Medeiros,
Por sob o post “DENÚNCIA GRAVE : INTROMISSÃO INDEVIDA DE ASSESSOR DA PREVI ( BUEMBA ! BUEMBA ! )”, de 06.12.10, transcrevi seis perguntas e respostas que julguei importantes retiradas do encontro, via chat, entre os diretores eleitos e os associados da Previ. Gostaria de esclarecer a todos os colegas, em especial ao Luis Eustáquio de Castro - Araxá-MG (comentário postado em 7 de dezembro de 2010, 22:21hs), que apenas a pergunta “E” foi de minha autoria. As demais são de autores desconhecidos. Não tive o privilégio de ver respondidas todas as perguntas que fiz. Uma das sem resposta foi aquela sobre não constarem as assinaturas do ministro do planejamento e do secretário geral do minifaz no termo de entendimento “firmado” entre os participantes das negociações e responsáveis pela construção desse acordo.

ELIS disse...

Vamos Pescar?

Penso que se o SIM vencer estará sepultada PARA SEMPRE a possibilidade de buscarmos na JUSTIÇA A OUTRA METADE do que nos pertence, pois nesse caso estaremos de pleno acordo com o ATO.
Os Magistrados, muitas vezes, se apóiam numa "vírgula" o seu entendimento, para proferir uma sentença. O voto SIM é um "alfabeto inteiro".
O Banco (pescador) e a Previ (piloteira), mestres na arte da "pesca", estão oferecendo uma ISCA tentadora, UMA MINHOCA (20%), que esconde o ANZOL.
Nenhum Peixe (NÓS APOSENTADOS), em sã consciência, morde a isca.

Jorge Teixeira - Araruama (RJ) disse...

Colega Medeiros,
Concordo totalmente e entendo como bastante oportuno este seu post. O que seria de nós todos hoje, a grande maioria com DNA (*), sem a complementação de benefícios por parte da Previ? Esta preocupação deve ser direcionada quase que exclusivamente ao apetite voraz despertado pelo governo petista, via patrocinador, nos sagrados recursos do fundo. Penso que aí reside o maior motivo de alerta para os nossos representantes eleitos. O objetivo primordial do “PB-1”, fechado e maduro, deve ser o de honrar com o pagamento de aposentadorias e pensões até a sua extinção definitiva. Destinação de recursos para projetos de longo prazo e de retorno no mínimo duvidoso deveriam ser evitadas pelos dirigentes da Previ. As aplicações em renda variável são bastante significativas e respondem pelos belos números hoje apresentados. Mas, mesmo assim, penso que elas poderiam, paulatinamente, ser trocadas por investimentos em títulos de renda fixa, sem risco, e em imóveis. Participação na construção de usinas geradoras de energia, que nem a iniciativa privada teve interesse em entrar no projeto, além de trem de alta velocidade ligando Campinas-SãoPaulo-Rio, não deveriam fazer parte das iniciativas de um fundo de pensão com as características do nosso. São dois mega projetos, de retorno no mínimo duvidoso, além do que a Previ não tem a menor tradição nesse tipo de investimento. O passado recente nos mostra os desastres que foram Le Méridien, Costa do Sauípe e Hopi Hari. Outro aspecto superimportante para que se possa efetivamente cuidar da provedora seria a possibilidade de o quadro social ter de volta os poderes que outrora já teve, para participar de forma bem mais efetiva na administração do fundo. As amarras regulamentares hoje existentes, impostas pelo governo, transferem quase que totalmente para o patrocinador as decisões sobre os destinos da Previ. Num governo dito como dos trabalhadores não há qualquer possibilidade de negociação democrática sobre os recursos existentes. Respeito quando Você afirma que o não no plebiscito servirá para que a Previ não pegue gripe, para que a gripe não vire pneumonia, para que não vá parar no hospital e venha a sucumbir atacada pela super-bactéria. Mas entendo que há outras preocupações também importantes, como as que citei acima. Devemos ter a consciência plena de que alterações na legislação vigente devem ser urgentes e perseguidas insistentemente até a exaustão. Caso isso não aconteça, mantendo-se as coisas como estão, será muito difícil qualquer iniciativa de nossa parte para tentar barrar as investidas desse governo nos nossos sagrados recursos.
(*) – Data de Nascimento Antiga.

Charles Donald Zink disse...

Caro companheiro Medeiros,

É impressionante a desfaçatez e discriminação com que os aposentados e pensionistas da PREVI são tratados na hora de tão importante votação. Já fiz inúmeras tentativas de votar pelo 08007290808 sem sucesso. E essa não é a primeira vez. Na votação da Cassi também foi assim. Não consegui sucesso na ligação. Encaminhei manifestação para a ANABB e nada. Nem resposta mereci.
Para os funcionários da ativa, acesso à votação garantida pelo sistema de intranet do BB. Para os demais, acesso pelo famigerado 0800 que, ou está indisponível ou constantemente ocupado. Como é possível votar através de um sistema que não comporta a demanda???
Como que uma entidade com tantos investimentos não pensa na acessibilidade de seus associados para o sistema de votação por meio eletrônico? É incompreensível que a automação e informatização da PREVI, que já dispõe de muitos serviços, não disponha de sistema de votação eletrônico para seus associados.
O Patrocinador, tem! A patrocinada, não! Curioso não? Talvez esteja faltando dinheiro...ou interesse! Tem cara de sabotagem!

Anônimo disse...

Pessoal, vamos todos registrando aqui como um diário.
Já são 13:28h e o telefone 0800-729-0808 continua dando sinal de ocupado.
Inúmeras tentativas, alguma deveria ter acessado.
Acho que o blog fez muito sucesso e ficaram com medo do nosso NÃO!

Claudemir Dalmedico matr. 2.064.195-8

Paulo Beno e Leda Goellner disse...

Queremos votar "NÃO",

mas o 0800-729-0808 só dá sinal de ocupado (14:00 até 15:34) 09/12/2010.
Tentaremos + tarde...

Anônimo disse...

BOA TARDE ; 09.12.2010 . AQUI HELENO PINTO NOBRE ; TENTEI PRATICAMENTE ÁS 9:00 EM PONTO; ACHO QUE FUI O PRIMEIRO; MAS DE INICIO TAMGÉM ACUSOU OCUPADO; PERSISTI; PORQUE ESTAVA ANSIOSO E QUERIA REGISTRAR O MEU VOTO NÃO; MAS ACHEI BEM S EGURO; PEDIRAM MATRICULA E SENHA DA PREVI ; ACHEI MUITO SEGURO. TEMOS QUE CONTINUAR PORQUE TALVEZ MUITOS TENTARÃO VOTAR HOJE EM RAZÃO DE TUDO . TENHAMOS CALMA QUE TEM ATÉ O DIA 15. NÃO ACREDITO QUE SEMPRE ESTARÁ OCUPADO.CONTINUEMOS TENTANDO; AQUELES QUE AINDA NÃO CONSEGUIRAM ; COM CERTEZA CONSEGUIRÃO. UM ABRAÇO PARA TODOS E NÃO PODEMOS DESISTIR; CHEGAMOS NUM MOMENTO CULMINANTE E CRUCIAL EM RELAÇÃO; AOS INTERESSES DE TODOS NÓS QUE DECIDIMOS VOTAR NO NÃO. CERTO; UM FORTE ABRAÇO; TEMOS QUE PERSISTIR; NOSSOS INIMIGOS SÃO DUROS. NÃO ANÔNIMO HELENO PINTO NOBRE ;. MATRICULA 3.984.740-3; VIGILANTE. NÃO É HORA DE ARREFECER ; DER O QUE DER. OU COMO DIZIA UM EX-PRESIDENTE ; DUELA A QUIEN DUELA ; EHEHEHEHEHEH.

A LUTA COMPANHEIROS ; É HORA DE VIGILÂNCIA. UM FORTE ABRAÇO A TODOS OS QUE VOTAREM NO NÃO. EU CONSEGUI VOTAR NÃO!

ELIS disse...

COLEGAS,
Já reclamei 2 vezes à PREVI:

08007290808 - VOTAÇÃO 2
SENHORES RESPONSÁVEIS,
Em todas as 55 ligações que fiz hoje,das 09:00h às 16:00h, para 08007290808 não se completou uma ligação - SÓ DÁ OCUPADO.
A Votação, para os Aposentados, continuará sendo somente através de telefone?
Obrigado pela atenção e pela importância a nós despendidas.

Rubem Tiné disse...

16:14, horário do Recife, ainda não consegui votar. Viva a privatização dos telefones brasileiros!

Anônimo disse...

Sábias palavras. Parabéns, há muita lucidez e bom senso em tudo quanto foi dito. Porém, até agora náo consegui votar. O que está ocorrendo com 0800-729-080????????

Jorge Teixeira - Araruama (RJ) disse...

Colega Medeiros,
Decorridos quase três anos da última distribuição da reserva especial imagino que os colegas estejam ansiosos para, o mais rápido possível, votarem na opção que melhor atenda aos interesses de cada um. Assim vejo com naturalidade o fato de as linhas estarem sobrecarregadas. Ocorrência semelhante pode ser observada no site quando há realinhamento de teto e prazo de pagamento do produto ES-Previ. Lembro apenas que hoje é o primeiro dos sete dias reservados para o plebiscito. Ainda teremos até às 18 horas de 15.12.10 para votar. Creio que seria interessante aguardarmos com um pouco mais de tranquilidade que, com certeza, a nossa hora vai chegar.

Anônimo disse...

HOJE; 13.12.2010 ( 2@ FEIRA ). AQUI HELENO PINTO NOBRE; NÃO ANÔNIMO; MATRÍCULA 3.984.740-3 ; ENCONTREI DOIS APOSENTADOS ; AQUI EM MINHA CIDADE ; PELOTAS-RS; UM ERA AUDITOR E OUTRO FOI CHEFE QUANDO HAVIA CESEC; POR AQUI; E ACHANDO QUE TERIAM VOTADO OU IRIAM VOTAR NO SIM ; BRINQUEI COM ELES ; PARA TIRAR UMA FEBRE; E CONSTATEI QUE ( PELO MENOS É O QUE ME FALARAM). PORQUE AS VEZES AS PESSOAS FALAM MAS NÃO EXECUTAM O QUE DIZEM; MAS FIQUEI ALEGRE POIS ELES CONFIRMARAM QUE IRIAM VOTAR NO NÃO. JÁ FOI UMA ALEGRIA PARA MIM; POIS A CONDIÇÃO DELES É BEM MELHOR DO QUE A MINHA. E ACREDITO QUE PODEMOS MANTER A NOSSA DIGNIDADE; PELO MENOS VOTANDO NO NÃO.
AINDA HÁ TEMPO PARA FAZERMOS O NOSSO LOBBY; POIS NOSSOS ALGOZES; NÃO TEM NEM VERGONHA NA CARA; INDUZINDO OS INCAUTOS A VOTAREM NO SIM. TEM TEMPO; O PRAZO É 15.12.2.010.
VAMOS DE NÃO DEFINITIVO. AQUI HELENO PINTO NOBRE; JAMAIS ANÔNIMO ; MATRIC. 3.984.740-3; E SEM MEDO DOS COVARDES.....