GARFADOS MAIS UMA VEZ ?

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Em junho de 2003 denunciei em manchete no informativo da AFABB – RS:  GARFARAM NOSSO IGPDI.  Essa manchete correu o país e foi reproduzida em outros informativos. Foi quando a diretoria da Previ procurou pagar só 18% do nosso reajuste. Judicialmente ganhamos o direito ao restante, como todos sabem.

Agora com relação ao superavit sou obrigado a denunciar uma nova garfada. Poderão até dizer que é pequena, quase imperceptível, mas é uma garfada e quem sabe não foi por causa dela que o crédito não aconteceu em dezembro .

E´que o benefício especial de 20% é calculado, inapropriadamente segundo meu ponto de vista, somente sobre o complemento pago pela Previ e não sobre a parcela do INss.  Acontece que em janeiro o Inss teve aumento de seis por cento. Isso significa que neste mes o nosso complemento da Previ será menor e consequentemente os nossos 20% serão menores do que se pagos em dezembro. Compreenderam ?  Para nós o melhor seria receber em dezembro, receberíamos mais, porque o complemento Previ em dezembro foi maior do que o que vai constar na folha de janeiro.  Precisa explicar mais ? Quanto maior o INSS menor o complemento Previ.

Individualmente a diferença é pequena, cem, duzentos ou trezentos reais, mas calculem quanto a Previ no total vai abocanhar com a transferência do mes de dezembro para janeiro e com o que está sendo chamado por colegas como o engavetamento do processo, com a demora para encaminhar à PREVIC, já que se descobriu que os trâmites todos foram cumpridos, inclusive no Ministério da Fazenda, demonstrando que o Ministro Mantega está concorde com o que foi decidido.

Isso com relação a dezembro mas e agora o que está acontecendo ?  Alguns levantam a hipótese de que a Previ não tem caixa e está vendendo papéis com cautela no mercado. Previ tem depósitos a prazo também. Não creio nessa possibilidade de iliquidez de nosso fundo de pensão numa operação que não representa um valor acima do normal para o seu padrão.

O que não resta dúvida é que existe uma lei da mordaça funcionando na PREVI.  Diretor nenhum fala, conselheiro também. Silêncio e suspense que estão levando alguns colegas ao desespero a ponto de não acreditar sequer no crédito. Aliás a demora da PREVI poderá de repente dar oportunidade a uma medida judicial indesejável para ela. Os diretores estão se arriscando e expondo demais, a ponto de despertar preocupação em outras esferas do governo que tem interesse em blindar a presidente no início de sua gestão. Entre elas certamente o Ministro Paulo Bernardo diretamente envolvido na questão e o Ministro Palocci.

O clima é ruim e peço calma. Solicito também a compreensão dos dirigentes da PREVI. Não menosprezem os aposentados e pensionistas.  Pessoas que não querem aparecer mas que desfrutaram de altos cargos na direção do BB me escrevem manifestando sua ansiedade e indignação com a maneira que está sendo conduzido o assunto.

Aliás o ultimo informativo da PREVI on line é verdadeiramente  patético e inoportuno.  Sabendo da angústia dos participantes da Previ, omite qualquer informação a respeito de quando irá acontecer o crédito ou como anda o processo e fala só de abobrinhas. O grande destaque é uma entrevista do Presidente ao Mercado Aberto sobre investimentos. E foi o primeiro informativo do ano. Que falta de sensibilidade !

Vamos aguardar notícias.  Acredito que alguém vai ter que falar .  Pois que fale, já é hora ! Antes que seja tarde demais !

DELENDA CARTHAGO = CRÉDITO DO SUPERAVIT JÁ !

23 comentários:

ernandez2008 disse...

Medeiros,

Pelo que vejo acho que tem alguem muito seguro do que faz ou estão subestimando a nossa capacidade de mobilização. (Tem caroço neste angú).

Penso que eles estão pensando que nós vamos ficar inertes. Que somos um bando de velhinhos de moleta ou em cadeiras de rodas, sem condições de tomar atitudes.

Enganam-se. Eu sou ainda jovem, em plena capacidade fisica e mental e a minha poaciencia está para esgotar com essa enrolação.

Vizinho a minha casa tem a Procuradoria da Republica. Uma hora dessas vou falar com um procurador que tem aqui que não tem pena de couro de gente sem escrupulos.

Uma briguinha dessas acredito que ele iria gostar de saber.

Não tem alternativa meus Caros Colegas Aposentados. Já está mais do que na hora de agir com energia.

Os jornais gostariam dessa noticia. Com isso rapidinho eles tomariam uma decisão.

Estou disposto a entrar com um Mandado de Segurança na JF aí quero ver o que acontece.

VAMOS PESSOAL, ACORDAR E AGIR. Não dá mais para esperar e ficar só confabulando e nada resolver.

ernandez2008 disse...

Sim esqueci.

Se isso ocorrer, pode ter certeza, vou entrar com um mandado de segurança. 20% é 20% tudo com base em DEZEMBRO/2010. O acordo foi feito em dezembro e deve ser igual até o fim.

Não deixemos que nos SURRUPIEM mais uma vez. Chega de ser cordeirinhos.

Anônimo disse...

Caro Dr. Medeiros.
Acredito que esse Superavit só vai sair depois que ficar definido o percentual de reajuste das aposentadorias do INSS. Por hora é 6,41%. Não esqueça que no Congresso eles querem um reajuste maior para o salário mínimo e o Paulinho da Força fala em 10% para os aposentados. Por isso esse silêeeeecio.

Anônimo disse...

Mestre Medeiros, não acredito que o motivo do atraso no pagamento seja para nos garfar alguns trocados. Mesmo nos pagando menos, o valor da diferença continuará depositado no Fundo Previdenciário Específico, e nos será pago no futuro, pois entendo que TODO o valor ali depositado deverá, obrigatoriamente, ser dividido entre os assistidos.

Rubem Tiné disse...

Caro Medeiros, acredito que como o retroativo compreende o período que vai de janeiro a dezembro de 2010, não incidirá o desconto do reajuste de 2011, já em janeiro, aí sim, os 20% incidirão sobre uma parcela maenor do complemento, em função da parte do INSS, ou estarei equivocado?

Anônimo disse...

Srs. Marcos Cordeiro, João Rossi e Medeiros,

Não é hora de brigas de beleza e sim de juntar esforços para buscar informações sobre o processo de distribuição do superavit, cobrando, inclusive, informações e agilidade dos representantes das associações que subscreveram os documentos.

Mario Schmidt
6.996.160-3
mariovschmidt@uol.com.br

MEDEIROS disse...

Estou tomando conhecimento agora do pedido do João Rossi Neto. Não tem dúvida, a partir de agora quando receber de novo alguma mensagem com refrencia ao seu nome tomarei o cuidado de não publicar atendendo seu pedido. Pode confiar.

Anônimo disse...

Carissimo colega Medeiros, ate aqui tinha também limitado-me a somente ler os comentarios deste seu valoroso e prestativo blog.
Tenho a declarar, e VOU DECLARAR, ja que esta gestao da Previ nao tem se mostrado nos ultimos dias a altura dos cargos que ocupam, porem, claro, que ha muitas exceçoes, muitos nomes ainda honrados, infelizmente, com a Lei do Silencio, eles também tornam-se cumplices dos seus colegas de carater duvidoso.
Considerem-me uma pessoa tambem com fontes diferenciadas, entao, estou DECLARANDO O SEGUINTE:

1) Alguns da Previ acessam o seu blog e tambem o da AAPPREVI e dizem a respeito dos comentarios e lamurias dos aposentados:
"Nós somente podemos rir"
(isto nao é boato, mas um fato)

2) A cupula da Previ, nao aceita interferencia externa, a nao ser do proprio Governo, e do banco quando acertado termos para ambos lucrarem.
Entao, colega Medeiros, se voce disser, olha vao pagar dia tal, pode sim haver retaliaçao, isto tambem é um fato.

3) Furando o silencio, estao sim prontos para o credito, mas sera quando ELES decidirem, nao estao importando-se com nenhum tipo de presao, POREM, POREM...realmente se a CASA CIVIL der seu OK, terao que creditar, pois a Presidente Dilma detesta a expressas: "Eu acho" (que vai sair)
Com ela é AÇÄO nao tem enrolaçäo...
O sr.Palocci tambem nao deixa poe menos. (nao deseja no popular, queimar o filme ja de começo)
Colega Medeiros e demais, o caminho é este, vao pescar seu "Peixe".

Roberto Campos - Florianopolis SC

Anônimo disse...

Medeiros, primeiramente, quero parabenizá-lo pela luta que faz como colega nosso. Agradeço por isso. Mas preciso ser sincero com vc!
Olha, Medeiros, eu estou vendo atentamente o que vc vem dizendo! Mas, fico, às vezes, um pouco curioso! Veja só: Quando diz: "a revista Veja e Exame também já entraram em contato comigo, mas querem reportagens específicas e tenho RECEIO de colocar o nosso fundo de pensão na foqueira"; e, em seguida diz: "aguardo ANSIOSAMENTE um contato da Folha de São Paulo", não consigo entender. É como disse um colega: "se ele está temeroso, é uma coisa. Mas se está ANSIOSO, é porque quer". Portanto, Medeiros, qual é o seu medo das revistas e o desejo do contato com o jornal? Fico a me perguntar: se ele sabe de "coisas" lá na Previ, etc. e tal, por que não solta a bomba contra o adversário? Já assistiu filmes de Western? Quando um fica de frente prá o outro com as armas nas cinturas, não fica um esperando prá receber a bala primeiro, não! Ele vai tentar logo ser mais rápido e sacar o revólver prá mandar o outro prá o chão. Entendeu? Portanto, se vc sabe de "coisas ruins" lá por dentro, o que está esperando prá abrir a boca? Não acha que está compartilhando com quem está fazendo coisas erradas lá dentro, não? É isso, amigo, que me faz ficar curioso. Acho que o nosso fundo de pensão não vai cair na fogueira, não! Acho que quem vai cair na fogueira são aqueles que estão fazendo coisas erradas! Portanto, por que não abre a boca e chama o Ministério Público Federal prá entrar em ação e as revistas, jornais, etc. prá fazer o mesmo?
Um abraço!

Anônimo disse...

ME DIRIJO AO SR. ERNANDEZ/2008; PREZADO COLEGA; PERMITA COM TODO O RESPEITO QUE O SR. ME MERECE . TENDO VOSSA SENHORIA ACESSO A PESSOA TÃO RELEVANTE NO PODER DA REPÚBLICA . NÃO TITUBEARIA EM CONTACTÁ-LO. POIS RESIDE TALVEZ NESTAS ATITUDES QUE DEVEMOS TOMAR AGORA E NÃO FICARMOS ESPERANDO . NOSSOS ALGOZES ;
NÃO NOS RESPEITAM ESTÁ BEM CLARO O POSICIONAMENTO TANTO DO BANCO QUANDO DA PREVI.

ELES COM, CERTEZA ESTÃO JOGANDO JOGO SUJO SEM NENHUMA MISERICÓRIA PARA CONOSCO ; PORQUE DEVEMOS TER MELINDRES PARA COM ELES? LHE PEÇO SINCERAMENTE E ENCARECIDAMENTE NÃO ESPERE NEM PROTELE NA PRIMEIRA OPORTUNIDADE QUE TIVER INVISTA NUM CONTACTO COM ESTA PESSOA ; NO CASO ESTE PROCURADOR DA REPÚBLICA.
NÃO PODEMOS CONTEMPORIZAR. ESTAMOS METIDOS NA CONFUSÃO. TEMOS ARMAS PARA LUTAR; ESPERAR O QUE ? QUE PERCAMOS O MOTIVO E A CAUSA
INDEPENDENTEMENTE DAS CONSEQUENCIAS.
QUAL O NOSSO TEMOR ? ESTAMOS METIDOS NA LUTA ; VAMOS ESPERAR O QUE ? QUE ELES NOS VENÇAM ? QUEM ESTÁ SENDO INJUSTIÇADO ? O SENHOR; PERMITA-ME COM TODO O RESPEITO ; PERGUNTAR-LHE : O SENHOR TEM ALGUMA DÚVIDA QUE ;QUEM ESTÁ SOFRENDO O ABALO SERIAM ELES ?

ELES ESTÃO RINDO E DEBOCHANDO DA "RALÉ . DESCULPE LHE PERGUNTAR O SENHOR CONCORDA COM ESTE TERMO PEJORATIVO ?
A JUSTIÇA É NOSSA OU DELES?
SERÁ QUE ELES TEM TIDO ALGUM TIPO DE COMISERAÇÃO PARA CONOSCO.
MAIS UMA VEZ NÃO CONTEMPORIZE; ATAQUE; TALVEZ ESTEJA EM SUAS MÃOS UMA GRANDE AJUDA PARA A SOLUÇÃO DESTE GRANDE EMBROLIO. DESCULPE ESTERNAR DESTA MANEIRA A MINHA OPINIÃO. ESTA GUERRA É PARA VALER; SERÁ QUE DEVERIAMOS TER PENINHA DE NOSSOS INIMIGOS ? ELES DEMONSTRAM ALGUMA PENA DE NÓS ?
BEM OBRIGADO POR SUA ATENÇÃO; AQUI HELENO PINTO NOBRE; MATRICULA 3.984.740-3; UM SIMPLES EX-FUNCIONÁRIO DO BB. ATUALMENTE NA ESPERA DE UMA SOLUÇÃO PARA TODA ESTA CONFUSÃO.
O PRIVILÉGIO É SEU ;NÃO REFREIE
SUA EXCELENTE OPORTUNIDADE.

Anônimo disse...

Bom, vamos direto as perguntas que nao querem calar:

1)Quem mandou mesmo assassinar o presidente americano John Kennedy?

2)Quem mandou o tal turco Ali Agca atirar contra sua Santidade Papa Joäo Paulo II, na Praça São Pedro, em Roma, em 1981?

3) Quem vai mandar a Previ creditar o tal superavit em 20 de Janeiro?

Sao perguntas intrigantes, colega Medeiros, talvez nunca tenhamos as respostas destes misterios que intrigam a humanidade (como falei bonito hein)

Em Tempo, noticia importante:

Hospitais ja convocam medicos e enfermeiros extras, para o dia 20 de janeiro, afim de dar maior assistencia a multidao de velhinhos aposentados do BB/Previ que vao ter problemas de pressao alta, stress, vertigens e etc, etc...(eu com certeza serei um deles)

Milton Oliveira

Jorge Teixeira - Araruama (RJ) disse...

Colega Medeiros,
Tenho lido as mais variadas justificativas para a não feitura, por parte da Previ, do crédito dos valores que nos são devidos em função de acordo estabelecido. Não foi ainda aventada, pelo menos que me lembre de momento, nenhuma hipótese sobre os recursos estarem retidos em razão de alguma entidade representativa ter em mãos decisão judicial que impeça a distribuição da reserva especial. Isso seria possível sem que nós mortais tivéssemos tido conhecimento do assunto? Ficarei no aguardo de sua breve e importante manifestação. Debite ao meu desconhecimento sobre os trâmites judiciais na hipótese de a pergunta ser julgada totalmente descabida.

Anônimo disse...

Para conhecimento:

Sua resposta foi postada para o seu tema de interesse no Sistema de duvidas do site ANABB.

Pergunta:
Sr. Presidente da ANABB, Considerando que a ANABB subscreveu o memorando de distribuicao do superavit e a PREVI nao tem fornecido informacoes sobre o atual tramite da questao junto as esferas governamentais, gostaria de receber informacoes dessa Associacao sobre o atual estagio do processo de distribuicao e se existe previsao sobre o credito da 1a. parcela, no montante de 2,40 vezes o valor do beneficio. Diversos blogs tem divulgado que o processo teria sido aprovado pelo Ministerio da Fazenda/Planejamento, mas ainda nao teria sido apresentado, pela PREVI, na PREVIC. Destaco que a PREVI nao mais divulgou informacoes.

Resposta:
Prezado Mário, após a aprovação das propostas de utilização do superávit pelos participantes do plano de benefícios 1 da PREVI, as alterações foram homologadas pelo Conselho Deliberativo da PREVI e Conselho Diretor do BB. O Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (DEST) do Ministério do Planejamento aprovou a proposta de alteração, conforme parecer emitido pelo órgão no dia 27/12/10. É necessário aguardar a aprovação do Ministério da Fazenda e, em última instância, da Secretaria de Previdência Complementar - PREVIC. Só depois de aprovadas pela PREVIC as mudanças poderão ser implementadas. Como a aprovação ainda depende de diversos órgãos, não é possível determinar o prazo de implementação, mas a PREVI afirma que isso deverá ocorrer em breve. Agradecemos seu contato.

Atenciosamente,

Reilla Santos
Atendimento ao Associado
ANABB/VIREF

Mario Schmidt
6.996160-3

Jose Francisco disse...

Mas Bah.
Este tumulto criado por seguidores dos dois Blogs não tem o menos cabimento. Inclusive, meu caro Medeiros, o João Rossi, inteligente que é, já recuou da sua decisão inicial de não permitir que se publique no teu Blog, as informações dele.
Esta la no Plano 1.Pode confirmar.
Quanto ao crédito, bem, temos um pensamento aqui da minha casa de que o que tiver que ser teu, vai ser de qualquer maneira, e o que não tiver que ser, não adianta querer forçar a barra, pois não vai ser.
Já comprovamos isto em diversas oportunidades.
Isto no nosso pensamento se aplica a tudo...dinheiro, bens, saúde, etc..etc.
Então, no meu modesto entendimento, o único jeito que existe para esta questão do Superavit, sair ou não sair, quando vai ser pago, independe da nossa vontade, argumentos ou hostilidades.
Vamos aguardar da maneira que for possível, e aqueles que gastaram por conta, me desculpem, mas em momento algum a PREVI autorizou esta providência, inclusive aqueles contrataram o Empréstimno Simples, esta lá bem clara, apesar do compromisso de creditar em 48n horas, a recomendação..."Não façam qualquer compromisso antes do crédito ser efetuado".
Pensem nisto...e tenham calma por favor...
Um bom dia a todos.

rosalina_de_souza disse...

Princípio da Legalidade

Como o próprio nome sugere, esse princípio diz respeito à obediência à lei. Encontramos muitas variantes dele expressas na nossa Constituição. Aproveitando, vou relembrar um, para que fique bem clara a incidência desse princípio específico no Direito Administrativo, que é nosso foco atual.

Assim, o mais importante é o dito princípio genérico, que vale para todos. É encontrado no inc. II do art. 5º, que diz que “ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei.

Pois bem todos estão a se esconder atrás deste princípio, Banco do Brasil, Previ, Associações e Sindicatos, todos estão esperando a Previc, autorizar os 240% iniciais e os 20% mensais para só então efetuar os créditos nas contas correntes.

Nossas associações e principalmente os eleitos da Previ são os maiores responsáveis pelo não recebimento até agora, onde estão, o que estão fazendo para cobrar atitude principalmente da PREVI que é a nossa administradora, jogar a culpa na Previc é fácil, uma autarquia fiscalizadora, mas cadê o processo? Por onde anda, qual a explicação repassada as quase 120 mil famílias que estão esperando o credito a três exercícios.

Se vão creditar dia 14 de janeiro, dia 20 de janeiro, se em fevereiro ou talvez março ninguém sabe,nem esclarece nada,mas na hora de pedir os votos necessários a aprovação todos se manifestaram, fizeram entender que até 31/12/2010todos receberiam o que foi acordado.

Agora ninguém diz nada, não sabe, não viu, foi dito que quando a Previc desse o aval final então seria creditado o parte dos aposentados e pensionistas do PB-1e feito então a doação ao mais novo aposentado brasileiro o BANCO DO BRASIL S/A.

Vamos trabalhar senhores e senhoras Dirigentes, chega de esperar pela Previc, não foram La antes do acordo, procurem saber onde esta o processo, porque não foi entregue a PREVIC, busquem enquadrar a PREVI e o BB dentro da lei 109/2001 que dizia que em 2010 teríamos a revisão do PB-1.

Se estiverem empenhados em ajudar a todos os aposentados e as pensionistas agora é a hora, hora de saber onde esta o processo e o real motivo pelo qual ainda não foi deliberado pela Previc, já que o Doutor Ricardo Pena Pinheiro tem demonstrado boa vontade em determinar a sua aprovação com a brevidade que o caso requer.

Respeitosamente

Rosalina de Souza

Pensionista

Matrícula 18.161.320-4

Anônimo disse...

Colega Guerreiro Medeiros, estou gostando muito dos comentarios feitos no seu blog, mais ainda das suas palavras. Porém, a pergunta mesmo que todos neste momento desejam saber, e ja faltando praticamente 1 semana para a folha de janeiro, é:
A Previ vai pagar agora, ou vai ser o CAOS para muitos e para ELA mesma!!! (nao tenho duvidas disto)

Eu posso aguardar o tempo que for necessario, alias preferia que houvesse uma intervençao dentro da Previ, tipo um "PENTE FINO". Penso que se a Previ nao creditar ate 20/01, com certeza vao haver açoes judiciais e junto pode também haver pressao sob o novo governo dos participantes e a coisa pode ficar digamos "desconfortavel" para ambos.
Eu penso, que a Previ ja deva estar preparada para fazer o credito a qualquer momento, afim de evitar maiores polemicas e agravantes.
Deva estar fazendo alguns ajustes internos, coisas de praxe, mas deveria dar alguma noticia boa, para tranquilizar seus participantes e evitar algum serio incoveniente, ja que na duvida, as pessoas sempre sao levadas a acreditar em terceiros.
Peço a Previ que esclareça sobre a possibilidade do credito real em janeiro, assim tranquilizar seu bem maior, que sao seus participantes.

Dr.Jair Castro de Moura

Anônimo disse...

Para conhecimento - 2a. parte:

Sua resposta foi postada para o seu tema de interesse no Sistema de duvidas do site ANABB.

Pergunta:
Sra. Reila, A resposta que gostaria de receber é aquela onde o Presidente da ANABB está pessoalmente conversando com representantes do Ministério da Fazenda e da PREVIC para agilizar a questao. Nr. do Protocolo inicial: 138084 Favor dar conhecimento ao Presidente da ANABB das presentes mensagens. Atenciosamente

Resposta:
Prezado Mário, acusamos o recebimento da sua manifestação e informamos que esta mensagem, assim como a anterior, foi encaminhada para o conhecimento da Presidência da ANABB. Agradecemos seu contato.

Atenciosamente,

Elisangela
Atendimento ao Associado
ANABB/VIREF

Mario Schmidt
6.996.160-3

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,
Alguns colegas falam que o crédito do superavit será pago apenas depois do carnaval, uma vez que o ano só começa a contar mesmo depois daquela data. Faz sentido. A minha preocupação é porque aqui no interior da Bahia o ano só começa depois do São João. Que sofrimento!

Jose Francisco disse...

Vamos descontrair um pouco pessoal?

ORGULHO GAÚCHO


Estava num passeio em Roma quando ao visitar a Catedral de São Pedro fiquei abismado ao ver uma coluna de mármore com um telefone de ouro em cima.


Vendo um jovem padre que passava pelo local perguntei a razão pela ostentação. O padre então me disse que aquele telefone estava ligado a uma linha direta com o paraíso e que se eu quisesse fazer uma ligação eu teria de pagar 100 dólares. Fiquei tentado porém declinei da oferta. Continuando a viagem pela Itália encontrei outras igrejas com o mesmo telefone de ouro na coluna de mármore. Em cada uma das ocasiões perguntei a razão da existência e a resposta era sempre a mesma: Linha direta com o paraíso ao custo de 100 dólares a ligação.


Depois da Itália vim para o Brasil e fui direto para o Rio Grande do Sul(de um país para outro país). Ao visitar a nossa gloriosa Catedral Metropolitana de Porto Alegre, na famosa Praça da Matriz, fiquei surpreso ao ver novamente a mesma cena: uma coluna de mármore com um telefone de ouro. Sob o telefone um cartaz que dizia:


LINHA DIRETA COM O PARAÍSO - PREÇO POR LIGAÇÃO = R$ 0,25 ( vinte e cinco centavos ).


Não me aguentei, e lasquei....


Padre, viajei por toda a Itália e em todas as catedrais que visitei vi telefones exatamente iguais a este mas o preço da chamada era 100 dólares.


Por que aqui é somente R$ 25 centavos?


O Padre sorriu e disse: - Meu irmão, tu estás no Rio Grande do Sul - aqui a ligação é local !!!


(Abraço a todos que amam esta terra!!!)

Anônimo disse...

Os créditos dos 20% serão sobre O BENEFICIO de dezembro/2010, é claro, pois nele (Verba P300) já se acham incorporados os demais benefícios especiais do superavit distribuido em 2007.
Senão, não haveria necessidade de se adiantar tais medidas acordadas em 2010 ! Visto que a verba P300 continua igual em janeiro ou fevereiro de 2011 para àqueles já beneficiados com a incorporação e, MENOR SERÁ A VERBA P300 nos meses de Janeiro e fevereiro, por conta da complementação menor, pelo reajuste de 6,41% (ou mais!)dos nosso benefícios pagos pelo INSS.

Tem que ser baseado na VerbaP300 de dezembro/2010, pois é de JUSTIÇA !
(Caso contrário: mais uma ação judicial contra os desmandos da nossa PREVI-Plano 1, pois estarão usando, "BURRAMENTE/ ESTUPIDAMENTE'
2 pesos e 2 medidas para os mesmos beneficiários.
ACORDA SASSERON!!!!(tão te enrolando...)Tá entrando numa fria!
Teu nome tá ficando cada vez mais sujo...Não banque o palerma...REAJA agora, antes que o pior aconteça!

Anônimo disse...

Dr Medeiros não caberia uma multa para a PREVI por estarem demorando tanto?

Anônimo disse...

So sei colega de lutas Jose Medeiros, que ate agora, nada de informacoes realmente concretas sobre o tal credito.
Como o colega mesmo disse, alguem da Previ tem que esclarecer as coisas, porque nao vejo do porque tamanho atraso no credito, se para pedir voto SIM disseram que tudo foi pre-acertado.
Sei que tem GENTE por ai...que vai aguardar ate dia 14 uma posicao, depois providencias vao ser tomadas.
Mesmo que a maioria nao acredite e talvez ate a Previ/BB tambem ache que nada pode atingir seus alicerces solidificados em parte pelo governo, porem existem sim formas de fazer as coisas "racharem" pelo MEIO.

Dr. Hugo Martins Filho

Marco Antonio Orlando disse...

Caro Medeiros,
Quando do ínicio das negociações do Superavit, divulguei seu Blog aqui em Belo Horizonte(MG) e interior de Minas, quando então seu Blog superou os 2.000 acessos e dai em diante cresceu vertiginosamente.
Sugiro que nos mobilizemos imediatamente mesmo após o pagamento do acordo, que acredito saia até dia 20.01.2011 e aí eles economizam um mês (20%), pois não precisariam pagar janeiro/2011 e somente os 240% (12 parcelas).
A mobilização seria da seguinte forma: Que tal colocar-mos nas portas de cada agencia das capitais em torno de 100 aposentados logo na hora de abertura e cada um tomar uma mesa de atendimento e demandar no minimo 30 minutos de cada atendente do BB. Acredito que poderíamos parar o BB sem que haja greve. Além do mais ninguém poderia reclamar pois somos idosos e temos direito a tratamento diferenciado. Parando o Banco(patrocinador) a negociação sai(falo da negociação para revisão do plano que se inicia em Janeiro/2011.
Temos de pressionar o Banco sim, poi é o principal interessado. Temos através de seu e outros blogs, força para mobilizar os aposentados. Imagine a notícia na mídia.
Um grande abraço.
Marco Antonio Orlando