MAS QUE BAITA DESPRESTÍGIO DO DIRETOR DA PREVI

sábado, 15 de janeiro de 2011

Ontem escrevi que tudo pode acontecer a partir de agora já que estamos chutando o balde com força, inclusive, quem sabe, o crédito sair dia 20 ou 24, dia do aposentado, sempre otimista.

Mas não acreditei quando li a carta do diretor Paulo Assunção, diretor eleito administrativo da Previ, mais conhecido entre nós como o "coveiro do GAREF", o chefe  que por sua displicência e incompetência sepultou o órgão que representava o funcionalismo do BB na Direção Geral.

A carta é patética. Uma declaração pública de ineficiência e desprestígio de um diretor da PREVI eleito e indicado pela Contraf/Cut como afinado com as forças sindicais ligadas ao Governo. 

Meu Deus !  O diretor informa que o processo está empacado no Ministério da Fazenda e procura se aliar a nós pedindo que façamos pressão através de cartas e outros meios.

Em vez de fazer o seu papel de diretor, que é de procurar vencer as barreiras burocráticas, o diretor Paulo Assunção quer fazer o papel de vítima.  Será que ele está com medo das represálias e da reação de colegas enraivecidos com a demora ?  Será que ele teme mesmo pela sua segurança pessoal e quer fazer média ?

Tenho visto de tudo nesta vida mas uma atitude como esta nunca julguei ser possível. Olhe gente eu sou impotente, não estou conseguindo nada com meus amigos e companheiros.  Vejam se voces conseguem, por favor. Aqui estão alguns dos endereços. Mas que postura infeliz. Por isso ele não conseguia nada como chefe do Garef, os pedevistas que confirmem.

O que o diretor Paulo Assunção deveria ter feito em sua correspondência era de informar devidamente o porque o processo trancou no Ministério, o que ocorreu e o que está ocorrendo. Em vez de pedir socorro como uma criancinha em apuros deveria fazer a sua obrigação que é fornecer informação detalhada dos acontecimentos. Aí, então, de posse desses elementos é que iríamos avaliar a possibilidade de socorre-lo.

Mas ele vem pedir pressão justamente quando já estamos fazendo. Éstá muito atrasado.

Na minha opinião, entre outras coisas, ele está procurando desviar o nosso foco da Previ para o Ministério da Fazenda, para o Ministro Mantega, o que vem barrando o Sergio Rosa e grupo pelo episódio da sucessão na Previ que envolveu a filha do Ministro.

O diretor Paulo Assunção pensa que nós somos burros.  Somos velhos mas não somos burros. Recorde o famoso ditado.

O que ele quer é evitar o panelaço na Previ.

A carta dele é mais um triste episódio na questão do superavit e ficará marcada em nossa memória.

DELENDA CARTHAGO - ´CRÉDITO DO SUPERAVIT JA POIS JÁ ESTÁ FICANDO TARDE DEMAIS

58 comentários:

Anônimo disse...

Nossa resposta tem que ser o PANELAÇO JÁ, NO PRÉDIO DA PREVI.

Tal desabafo do diretorzinho eleito é choro de guri pançudo !

Janeiro está aí e queremos mudanças e melhorias prometidas ao pessoal do Plano 1 (Propostas há!).

Este Governo Dilmista que aprove suas mudanças na roubalheira da tabela do nosso imposto de renda! e que não prossiga com as corrupções lulistas.

Que a próxima semana seja profícua e de re-construção das vidas sofridas no interior fluminense e paulista

Ronaldo F. Moreira disse...

O PANELAÇO ou qualquer outro nome que venha a ter, É NECESSÁRIO mesmo que "corram" e façam o crédito prometido. O "Panelaço" deve ter como foco o ABSURDO dessa doação, desse aumento do lucro do BB, por artifícios contábeis e recursos dos seus funcionários aposentados, pelas mentiras até agora sobre este assunto, enfim, PELO FURTO nos recursos de mais de 120.000 pessoas que dedicaram uma vida inteira ao BB. É tão irregular que os funcis da ativa vão ganhar "duplamente", ou seja, através da PLR e através dos créditos em poupança própria. Onde já se viu isso ??

ANTONIO AMERICANO DO BRASIL BORGES disse...

Caro Medeiros,
Há um outro problema junto à PREVI, especificamente à CAPEC, que poucos colegas tomaram conhecimento.
No último reajuste de nossas contribuições a CAPEC pura e simplesmente resolveu "premiar"os colegas com mais de 56 anos com aumentos diferenciados por idade.
Quando solicitei da CAPEC/PREVI o envio da cópia do estudo atuarial, recebi a informação de que o mesmo estava em análise na PREVIC/MF, e que logo seria disponibilizado no SITE da PREVI.
Solicitei informação da PREVIC, esta semana fui cientificado de que tal documento não precisa ser enviado para a aprovação da PREVIC. Ou seja a CAPEC/PREVI tentou jogar o problema para a PREVIC. Acredito até que esta estudo atuarial não existe, alguém inventou de cobrar mais dos mais idosos, passando por cima da lei, principalmente se considerarmos, como no meu caso que estou com 69 anos e ingressei no banco em 1962,e contribuo por mais de 48 anos, com certeza alguma lei deve me proteger de abusos como esse.
ATENCIOSAMENTE
ANTONIO AMERICANO
GOIANIA (GO)

Anônimo disse...

Votei sim, mas realmente tenho que reconhecer que, se o não tivesse vencido, não estaríamos passando por toda esta ansiedade. O Patrocinador utilizaria "seus" 7.5 bilhões porque isto foi autorizado pelo Conselho Deliberativo; quem não concordasse, que fosse à Justiça(uns 15 anos para sair alguma decisão).
Já nossos 240% de primeira parcela mais 20% mensais iriam para a geladeira por uns 3 ou 4 anos, até ocorrerem novos superávits que animassem o Banco a novas negociações.

Anônimo disse...

Bom dia Medeiros,
quando vi seu blog sem acesso, percebi que poderia ser obra dos nossos adversários;
quanto ao Paulo Assunção, nossa, que vacilo dele, chegando a colocar uma frase pre-fabricada para que enviassemos aos endereços colocados na mensagem: “Sr.Ministro(a), Sr.Secretário, Sr. Superintendente, Sr. Presidente. Nós, associados da PREVI, queremos a rápida aprovação do Regulamento do Plano 1 que espelha o Acordo firmado entre Banco do Brasil e entidades representativas dos funcionários sobre o uso do Superávit".

observem bem, além de querer tirar o foco ainda conduzir-nos a fazer uma declaração dessa junto aos orgãos governantais e previdenciarios.

e olhe que deve ter vários colegas que devem ter remetido correspondencias com essa declaração. ACREDITE que tem!!!

é como assinar uma sentença.

abraços, força e saude para enfrentar a peleja.

antonio barreto
858150-9 - Alagoinhas-BA

Anônimo disse...

Por falar em panelaço, caso ocorra, quando seria, você tem essa informação?
a depender da data poderia participar.

abraços

antonio barreto
barretonetobb@hotmail.com

Anônimo disse...

Colega Medeiros, é o seguinte, a situacao é constrangedora para Previ.
Quanto ao credito, pense, a Fazendo libera na proxima semana, e a novela infelizmente recomeça na Previc, vamos receber, isto sendo otimistas, so na folha de fevereiro,
Esta demora vai causar um grande estrago para os velhinhos apos dia 20,
Eles tinham por questao ate de caridade, fazer um adiantamento com autorizacao do governo, nao podem permitir que aposentados e logo do banco do Brasil passem por situaçoes vergonhosas, isto é rediculo, colega Medeiros.
Acho sinceramente, que ate o Banco deveria fazer um emprestimo superavit, pode parecer piada, mas como vao permitir que seus ex-funcionarios partirem para financeiras e outros bancos para resolverem apertos financeiros que a Previ e os proprios diretores do banco acenavam para janeiro este credito.
Nao acredito, como disse um outro colega, que na Previ e no Banco nao exista ninguem que possa honrar a nossa VELHA GUARDA, e agilize em carater emergencial uma solucao para o credito ou ao menos um adiantamento.

Fernamdo Alves de Oliveira

ernandez2008 disse...

Medeiros,

Onde encontro a dita carta do patinho Paulo Assunção

Anônimo disse...

Sr. Medeiros, depois do assunto superávit, estou sempre lendo suas mensagens em seu blog. Agora que o descobri, continuarei acompanhando, mesmo depois que tudo isso passar.
Sou umas simples aposentada, não tenho amigos influentes, nem na mídia, nem na política. Não sei como lutar. Envio mensagens para os órgãos responsáveis por lutar por nós, funcionários/aposentados do BB, mas só recebo respostas vagas, essas mesmas já anunciadas. Então, quero lhe agradecer pelo que tem feito por nós. Muito obrigada.

Anônimo disse...

Ola sr.Medeiros, minha mae sempre acessa o seu blog com uma maozinha minha, ja que internet ainda nao é o forte dela.
Eu resolvi tambem escrever, para mostrar fatos que podem estar ocorrendo tambem por conta do crediro do superavit.
Veja como este assunto do credito do superavit atrasado, sao como peças de domino.
Sou filho de pensionista, no fim do mes de dezembro, emprestei para minha mae, um valor para ela poder viajar e ver parte da nossa familia, no nordeste, ja que todos diziam que no maximo na folha de janeiro o credito sairia.
Infelizmente nao saiu, eu agora, tambem fui indiretamente prejudicado por este atraso do credito, visto que pretendia sair de ferias com minha familia no dia 22 de janeiro, mas contava certo com o dinheiro que de muita boa vontade cedi para minha mae fazer a viagem. Imaginem o que vou dizer a minha esposa e filhos quando chegar o dia 22, terei eu que correr em busca de um emprestimo bancario, muitos podem nao compreender o que estou a dizer, nao culpo a minha mae e sempre a ajudarei em qualquer dificuldade, mas todos temos nossas familias, lidar com a decepçao da esposa isto podemos contornar, ja com os filhos que esperam ansiosamente as ferias é bem mais complicado.
Vou dizer a eles: Papai nao vai sair de ferias este ano pois Previ nao creditou o superavit.
Vou me juntar ao grito dos aposentados e do dr.Medeiros...
CRÉDITO DO SUPERAVIT JA POIS JÁ ESTÁ FICANDO TARDE DEMAIS

Fabio Barreto Junior

Anônimo disse...

Realmente colega Jose Medeiros, tem que acontecer alguma coisa ate o dia 24, dia dos aposentados. Assim como esta, nao dá para ficar, nao tem como ficar.
Esta visto, que esta atual diretoria da Previ é no minimo sem BRILHO diante do governo e esta completamente desmoralizada diante dos seus participantes.
Acho bom se esforçarem mesmo para em poucos dias fazerem o credito, porque a cada sia que passa, mais polemicas vao sendo criadas, ja esta sobrando ate para os diretores do Banco do Brasil.
Isto refletira negativamente no futuro de todos estes, voce depois ainda vai comentar isto no seu blog.
Estao deixando esta situaçao se prolongar, claro que esta para acontecer algo, na pressao alguma parte sempre estoura, lembro dos meus tempos de ativa, ah se me lembro.

Julio Mascarenhas

Anônimo disse...

O Medeiros, so para te informar, os funcionarios da ativa estao dizendo para aposentados e pensionistas que credito do superavit so na folha de fevereiro, antes nao.
Sera que tem coelho (e dos grandes) nesta cartola?
Sera jogada ensaiada?
Ja sabiam que tudo seria atirado la para fevereiro, e vinham com discurso de janeiro para que nao se tomasse providencias em tempo habil?
É, colega Medeiros, parece uma teia de aranha muito bem tecida.
E, as moscas da historia somos nós, será?
Quem sabe ainda caia na teis DELES uma VESPA BEM GRANDE e eles levem uma ferroada.

Paulo Antunes

Jorge Teixeira - Araruama (RJ) disse...

Colega Medeiros,
A partir da correta avaliação, classificando a carta do Sr. Diretor Paulo Assunção como patética, penso que não nos restará outra alternativa que não seja a de aumentar ainda mais as inúmeras pressões que vimos exercendo nos órgãos responsáveis pela análise do processo de distribuição da reserva especial. Vamos contatar por e-mail a Ouvidoria do Minifaz solicitando a liberação imediata dos nossos recursos que se encontram engessados já há algum tempo naquele ministério. Posteriormente vamos fazer a mesma coisa quando o processo se encontrar em poder da Previc. Imagino que temos, no seio da comunidade de aposentados e de pensionistas, gente com inteligência, disposição e conhecimentos mais do que suficientes para se por em prática esse tipo de ação. Alguns poderão classificar a minha posição como duvidosa já que estou propondo justamente o que o Sr. Diretor sugeriu indevidamente, já que cabia a ele Paulo Assunção tomar para si a iniciativa de cobrar agilidade das autoridades competentes. Mas como esse cidadão eleito demonstra ser incapaz de cuidar adequadamente dos interesses dos associados do “PB-1”, vamos à luta em busca do que é legalmente nosso por direito.

Anônimo disse...

Escute nobre colega Medeiros, tambem tenho tentado ser otimista, mas convenhamos, voce acredita mesmo que a Previ vai soltar folha suplementar ainda em janeiro?
Nao seria mais facil o Ronaldinho mudar de ideia e dizer que vai voltar ao gremio?
Para termos o credito neste mes somente com intervençao de algum Ministro, mas qual deles esta interessado em ajudar aposentados?
Voce acredita nisto realmente Medeiros?
Gostaria de ter este seu otimismo nesta altura dos fatos.
Vamos aguardar ate dia 24, depois disto so no Carnaval.
Temos que encarar os fatos como eles sao.
O Palocci dizia, fiquem tranquilos, eu continuo tranquilo, mas ate quando? Fevereiro, Março...

Sebastiao Amaral

Anônimo disse...

Francamente, estamos sendo arrastados na coleira, dia apos dia, por conta do tal credito.
Ja vai fazer 1 mes esta historia que tal dia vai sair, que vao aprovar, e nós ficamos aqui, como fantoches, esperando puxarem as cordinhas.
Muito desaforo fazer isto conosco, inicio de ano, cheio de despesas, e temos que deixar tudo atrasado porque gastamos felizes da vida por conta da certeza do credito em janeiro e agora falam em fevereiro e carnaval, e que ninguem mandou gastar ou assumir compromissos, tem que numa situaçao de descaso destas, nao é xingar gerente de banco, cobrador ou ficarmos discutindo entre nós mesmos, que nao nos leva a nada, tem é que invadir a Previ e botar tudo abaixo, GARANTO, MAS GARANTO MESMO que da proxima vez vao ter mais respeito em tratar os velhinhos, isto nao seria mais violencia, que a VIOLENCIA que estao nos impondo com este descaso da parte da Previ.
Eu confesso, podem chamar-me de ignorante, irracional e etc..
Mas juro que dá vontade de fazer isto, e se organizarem o panelaço avisem-me que torro meu ultimo limite do cartao e pego um voo para o Rio na mesma hora, ainda espero morrer como HOMEM DE AÇAO e nao como um velhinho gaga que eles insistem em tratar como RALÉ.

Alcabtara

Anônimo disse...

Bastante oportuno e pertinente este comentário. É lamentável que diretorias de entidades que congregam milhares de pessoas - PREVI - ANABB - não tenham prestígio junto aos órgãos governamentais.

Luis Eustaquio de Castro - Araxá-MG

Rubem Tiné disse...

É ele está atrasado mesmo, o Rossi, no blog Previ plano 1, confirmou que falou com um dos diretores do ministério da fazenda que informou está de posse do processo e que sairia o mais breve possível, daí sairia para aprovação da Previc e finalmente para nossos necessitados bolsos.

Ôxente tchê.

Julio disse...

Prezado Medeiros,

Passei minha vida funcional do BB pagando as mensalidades do Sindicato; quando me aposentei, por uma casualidade necessitei da assistência do sindicato, foi aí que vi o quanto da ineficiência desses órgão de classe, só servem mesmo para engordarem com a nossa contribuição e atrapalhar nossas causas, e agora então que viraram poder, Deus nos acuda. Se voltasse no tempo jamais pagaria uma esmola a esse bando de subservientes do Governo.
Tudo isso que está acontecendo nos traz uma lição a ser aprendida: sindicato no Brasil é sinônimo de peleguismo, de capacho do patrão, não dá para confiar; nunca esquecer o autor maior da nefanda CGPC 26, nosso colega, usou o sindicato/CUT para chegar ao Ministério da Previdência de um governo trabalhista e praticar o grande mal para nós aposentados e pensionistas, a pessoa é tão abjeta e expúria que eu me recuso a escrever o seu nome.

Julio H. Honorato

Chico lves disse...

Caro Medeiros,
Você está certo. Acho que o diretor Paulo Assunção deveria criar coragem e ir até a privada do Ministério da Fazenda, recolher os papéis do acordo ainda não usados, salvar o que fosse possível e lutar pela sua implementação. Por que tanta covardia?

Anônimo disse...

Mais que providencial seu texto. Este diretor está parecendo mesmo um mussum ensaboado.

Anônimo disse...

Isto mesmo, colega Medeiros, ja que os diretores da Previ, pelo jeito nao estao com a bola toda nos orgaos do governo, vamos usar todos contatos e fontes que temos para agilizar o credito, quem sabe um grande presente para os aposentados ate dia 24.
Parabens pela determinaçao em ajudar os aposentados, é um momento delicado, mas vamos vencer ainda em janeiro.

Hugo Ribeiro

Anônimo disse...

Minha bola de cristal disse que a pressao dentro da Previ começou a incomodar, acho que pode estourar ate alguma ROLHA...

Abraço Nelson Barreto

Anônimo disse...

E pensar que no alto dos meus 70 anos bem vividos eu ia ver toda esta baderna na Previ colega Medeiros.

Vitor Souza

Anônimo disse...

Acho que o Paulo Assunção deveria pedir ajuda a Contrafcut, pois segundo consta foram eles que deram as cartas na negociação.
jvt

Anônimo disse...

Colegas,

Panelaço já! Que tal dia 24? Vamos ser homenageados nesse dia.

Anônimo disse...

Vai estourar sim mas nao sera uma rolha!

ELIAS disse...

Gente...
Estamos utilizando todos as "armas" de que dispomos?
Não somos somente "velhinhos coitados". E se fossemos, será que não podemos contar com milhares de Filhos, Netos e, até, Bisnetos e outros Parentes? Todos cultos e craques em informática, mídia, comunicação, direito, etc.?
Nosso apoio a nossos "Heróis Blogueiros", Deste Blog e Outros, é ótimo, mas não é tudo. Podemos fazer mais, muito mais. O momento exige ações firmes e concretas. Afinal nossa experiência e criatividade não servem para nada?
Alguém lembra das FEIRAS DA MISÉRIA, feitas em diversas partes do Brasil, quando nosso salário estava sendo de fome?
Temos vínculo muito forte com o BB e com a PREVI, mas o péssimo e nefasto exemplo de seus DIRIGENTES nos obriga a expor seus atos, como forma ultima de proteger essas centenárias Instituições e, por acréscimo, Nós Aposentados e Pensionistas.
Ademais, ONDE ESTÃO OS DEFENSORES DO BB, Pessoas e Entidades?
Essa cumplicidade, consciente ou omissa, contribui para a perda de um Bem maior que os R$ 7.500.000.000,00 que o Banco está "levando": A PERDA DE SUA CREDIBILIDADE.
A C O R D E M ! ! !

Toninho Bleinroth disse...

Caro Medeiros e demais colegas surrupiados....

Onde estão agora, os dirigentes da Anabb, da Aafbb, dos sindicatos, e de dezenas de outras associações dos funcionarios aposentados....SUMIRAM?...deixaram-nos na mão, falando sozinho.
O que divulgam, é como se um papagaio repetisse o que a Previ pouco coloca no Site.
Onde está a Justiça?... Deveriamos entrar com ações contra todos esses usurpadores de DIREITO DOS IDOSOS, tem diretor que deveria estar preso por não saber o que acontece dentro de seu setor.
Bah!!!!! já cansei, resta tentar viver, talvez meus filhos herdem este superavit.
Um abraço a todos que se sentem Humilhados como eu....
JUNTO AO PAI DO CÉU, TALVEZ NOS ENCONTREMOS.

bigsaranha disse...

bigsaranha disse...
ALÔ GRANDE MARCOS,

A sua luta, a sua posição calcada em elementos fácticos, a sua indignação santa, a sua reflexão sábia, são para mim ingredientes de orgulho por estar na mesma trincheira, onde se luta para que os direitos não sejam usurpados. Devemos estar convictos que toda essa OPERAÇÃO DE TENTATIVA DE APROPRIAÇÃO ESPÚRIA DE NOSSO SUPERAVIT, foi minuciosa e criteriosamente elaborada dentro de padrões maquiavélicos que remonta a 2008. No inicio daquele ano, a Revista Previ publicou uma reportagem com o Ricardo Pena da SPC, sobre a criação da Previc, que iria substituir a referida SPC. Nas entrelinhas, denotava-se CLARAMENTE a formação de instrumento para prejudicar os associados da Previ. Não deu outra: meses após, publicou-se Resolução 26. Após a norma editada, o BB inflou o seu balanço COM O NOSSO DINHEIRO e partiu para a execução do PLANO DE GLOBALIZAÇÃO DO BB, COM O DINHEIRO DOS CABEÇAS BRANCAS. Então, adquiriu o Banco Votorantim com o argumento de estar adquirindo um nicho especializado em financiamento de veiculos. Para o GRUPO VOTORANTIM foi excelente negócio. Primeiro, continuou detendo parte importando do BV, com a parceria "sem custos" da capilaridade de agências e o potencial da marca BB. Por coincidência, meses após, a midia registrou que o GV adquiriu a maior cimenteira de Portugal. Então, fez-se assim porque os ASSOCIADOS DA PREVI SÃO INGÊNUOS!!! Em sequência, adquiriu a Nossa Caixa, porque os ASSOCIADOS DA PREVI SÃO ACOMODADOS!!!! Prosseguindo, adquiriu o Banco da Patagônia, porque os ASSOCIADOS DA PREVI SÃO ACOMODADOS E INGÊNUOS!!!! Portanto, quando um lado acredita que está tudo dominado, resta sómente a MOBILIZAÇÃO. Primeiro, a MOBILIZAÇÃO PRAGMÁTICA: uso das regras éticas,legais,instrumentos de lei, esgotamentos de instâncias previstas em lei NUNCA ABDICANDO DE DIREITOS. Segundo, a MOBILIZAÇÃO FISICA: vamos todos os velhinhos para o MOURISCO!!!! Nós pertencemos a uma idade que falamos o que queremos!!! Passamos a vida filtrando o errado e praticando o certo. Por isso, temos o direito de voz!!! Vamos acampar na Praia de Botafogo e observar o sol nascer,com uma decisão imorredoura:SOMOS ESPECIAIS,PORQUE FIZEMOS CONCURSO PÚBLICO E NÃO DEVEMOS NADA A NINGUÉM!!!SOMOS ESPECIAIS PORQUE ESTAMOS LUTANDO CONTRA ABRIR PRECEDENTES LESIVOS À LEI,AO CIDADÃO,AO BEM COMUM,E PRINCIPALMENTE A UM PAIS DEMOCRÁTICO.

Russel Furtado dos Santos
Belo Horizonte

2 de novembro de 2010 05:17

Anônimo disse...

Medeiros,

Onde acessar a carta de Assunça?

Anônimo disse...

A aprovação deve ter caido nas mãos de algum novo acessor do Ministério da Fazenda que tomou posse no cargo com a posse de Dilma. Então, nem quer saber o que o antecessor aprovou e quer ler tudinho de novo é o que penso. Coisas de Brasília e sua politicagem.

Anônimo disse...

A aprovação deve ter caido nas mãos de algum novo acessor do Ministério da Fazenda que tomou posse no cargo com a posse de Dilma. Então, nem quer saber o que o antecessor aprovou e quer ler tudinho de novo é o que penso. Coisas de Brasília e sua politicagem.

Anônimo disse...

Se há a Lei Complementar 109, que manda distribuir superavits, após 3 anos consecutivos, SOMENTE AOS PARTICIPANTES DE EFPC, deixando de fora Patrocinadoras(BB, Sindicatos e Governo)
Por que votamos SIM, para que o Banco do Brasil amealhe METADE do nosso superavit?
Quais vantagens vamos ter neste acordo? ( R.: NENHUMA!!!)
O Superavit sempre foi nosso, basta sabermos dividi-lo entre nós, tirando o BB da jogada!

Anônimo disse...

Não acredito que panelaço na porta da Previ funcione. O Rio está sofrendo pelas calamidades causadas pela chuva e se fizermos panelaço a Globo vai ser a primeira a dizer que enquanto as vidas são levadas pela lama, os marajas do BB querem mais dinheiro

Anônimo disse...

CARO COLEGA MEDEIROS,QUE BOM TERMOS EM VOCE UM ELO DE INFORMAÇÃO, JÁ AGRADECI EM OUTRA OPORTUNIDADE E AGRADECEREI SEMPRE SUA DISPOSIÇÃO DE NOS MANTER INFORMADOS.
POIS É O CRÉDITO NÃO SAIU NOVAMENTE E NÃO DEVERÁ SAIR TÃO LOGO PELO SILENCIO INCLUSIVE DAS ENTIDADES QUE NOS REPRESENTARAM NESTE ACORDO RIDICULO.
CONSIDERANDO TUDO O QUE ESTA ACONTECENDO UMA NOVA VOTAÇÃO AGORA ACHO QUE O "NÃO" VENCERIA COM MAIORIA ESMAGADORA,
GATO ESCALDADO TEM MEDO ATÉ DE ÁGUA FRIA.
COMO VOTEI PELO NÃO, CONVENCI MINHA MÃE, QUE É PENSIONISTA, A VOTAR NÃO,POIS COMO ERAMOS INFORMADOS ATRAVES DE SEU BLOG QUE ESSE SUPERAVIT ERA NOSSO, SEM PRECISAR DIVIDIR.
ESSE NUMERO DE VOTANTES NO SIM, NÃO REPRESENTOU OS REAIS 80% OU UM POUCO MAIS ANUNCIADOS, MUITA GENTE NÃO VOTOU, SEI DE GENTE QUE NEM SABE DESSE SUPERAVIT,ACREDITEM,
ESSE RESULTADO NÃO PODERIA SER CONTESTADO?? E TUDO VOLTAR COMO ERA.
O DINHEIRO É NOSSO E FAÇAM O FAVOR DE FAZER OS DEVIDOS ACERTOS EM NOSSA FOLHA DE PAGAMENTO. "QUE SONHO" ACHO QUE UMA VEZ JÁ DEVE TER SIDO ASSIM, PENA.... A REALIDADE ESTÁ SENDO CRUEL COM MUITOS COLEGAS, FICO PENALIZADA POR ELES, E MUITO IRRITADA COMIGO POR NÃO TER SACADO TODO O MEU SALDO QUANDO ADERI AO PDV EM 1997, AINDA ENFIEI MAIS DINHEIRO MEU NESSE BALAIO DE GATUNOS, ESPERO,SINCERAMENTE, UM DIA RECONHECER QUE ESTAVA ERRADA AO DIZER ISSO, E QUE A PREVI É O MEU PORTO SEGURO COMO O MEU PAI COSTUMAVA DIZER, PARA ISSO TALVEZ OS ASSOCIADOS DEVAM COMEÇAR A SE MOBILIZAR E QUE SEJA UM PANELAÇO NAS PORTAS DA PREVI, POIS O SEU BLOG JÁ ESTA FAZENDO UM TRABALHO FANTÁSTICO DE INFORMAÇÃO E ACREDITO JÁ DEVE SER UMA PEDRA NO SAPATO DA "TCHURMINHA CÁCA" QUE LÁ ESTÁ, PORQUE UMA COISA É CERTA TODOS JUNTOS TEMOS FORÇA.

Elisabeth Oste

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,
Pelos relatos nos Blogs, parece que a Direção do Banco tomou atitudes que estão na contramão do que estamos passando, retirando limites e até corando dívidas antecipadas, deixando aposentados e pensionistas em situação pior do que se imaginaria, sem os créditos do Superávit. O Marcos, do Blog Previ Plano 1, tomou a iniciativa de pedir à FAABB, para fazer sua parte, tentar junto ao BB, uma solução. Pergunto, como advogado o que o sr. nos recomentda? Pedir uma liminar, ou algo parecido, para cédito imediato. E a Previ?, e se aumentassem o prazo do ES, permitindo renovação? Precisamos encontrar saídas.

Anônimo disse...

Somente posso dizer que com este atraso da Previ, em relaçao ao credito, por conta do desprestigio da sua diretoria junto ao governo ou a determinado Ministerio, vai causar muitos estragos, por assim dizer, na vida de muitos colegas, e , tem efeito direto em suas familias.
Deveriam em carater de urgencia providenciarem as aprovacoes em Brasilia, para que ate o fim da proxima semana, que acaba dia 21, o credito ja estivesse disponivel.
Isto sera possivel?
Nao ha nada impossivel quando se tem força de vontade.
Porém, eu tambem pergunto: Porque este processo esta empacado na Fazenda?
Nao deveriam ter a maxima prioridade por tratar dos interesses dos aposentados, pensionistas e idosos?
Tambem acho que deve que acontecer alguma coisa ate o dia 21, pois o assunto do superavit é o destaque do momento demtro e fora do banco.
Este clima de desolaçao que presencio, nao pode permanecer ate o fim de janeiro, pois com certeza vai ficar bem pior.
Nossos colegas de banco nao merecem passar por isto.

Carlos Couto

Anônimo disse...

Mas sr.Medeiros, nem dá para cogitar possibilidade real do credito vir no dia 20 ou 24, porque todo mundo sabe que o processo esta trancado no Monisterio da Fazenda e depois ainda tem a Previc pela frente.
Isto ainda vai semanas a fio...
Agradeço por tentar nos dar esperanças, mas no meu caso ja sei que depois de 20/01 vou virar caloteira depois de velha.
Minha saude piorou consideravelmente
com esta historia do credito sair dia tal e tal..
Tomara Dr.Medeiros acordar de uma vez deste pesadelo.
Espero estar VIVA AINDA.

Zilah Nunes (pensionista)

José Roberto Eiras Henriques disse...

Colegas,

Esse Paulo Assunção é de uma cara de pau que não tem tamanho, depois de engabelar todos os participantes do PB1 com o malfadado referendo e obedecer cegamente as diretrizes do Banco do Brasil para surrupiar nosso patrimônio, agora vem pedir para que façamos pressão junto às autoridades que assinaram o memorando de entendimentos e termo de compromisso, como se já não o fizéssemos. Se a Previ, as entidades que negociaram os termos e o Banco do Brasil o principal beneficiado não conseguem pressionar para concretizar essa espúria negociação, imagine nós simples participantes!

Por que só agora, quase trinta dias após a aprovação do referendo o Sr. Paulo Assunção resolveu por essa atitude? Até agora esses dignos representantes se mantiveram calados sem ao menos uma pequena informação sobre o andamento do processo. Esse mutismo se estende a todos os representantes de todas as entidades que nos representaram no acordo: ANABB, Contraf-Cut, FAABB e outras Associações de Aposentados. Nos abandonaram por todo esse período, talvez curtindo férias em algum Resort de luxo.

Sr. Paulo Assunção, com esse pedido, quase uma súplica, claramente confessa a incompetência e a subserviência, sua e de todos os diretores da Previ, ao Banco do Brasil e ao Governo Federal.

Charles Donald Zink disse...

Caro Sr. Medeiros,
A despeito de o BB já ter se apropriado “do seu quinhão” - ainda em 2010 -, para atender ao Basiléia 3, e das alterações já introduzidas pela própria PREVI na FOPAG de seus aposentados (verba P300) – também em dez/2010-, inclusive com a incorporação dos valores depositados nas contas especiais dos acordos do superávit 2007, a PREVI, insiste em se pronunciar sobre o SUPERAVIT PLANO1 que: “A PREVI só poderá implementar as mudanças depois de aprovadas pela Previc”. A meu ver, a implementação das mudanças, quaisquer que fossem, somente poderiam ser adotadas por todas as partes envolvidas, BB e PREVI, depois de aprovadas pela PREVIC.
Interessante que uns podem... Outros não! Essa questão merece uma avaliação mais profunda das autoridades.

Anônimo disse...

Caro Dr.Medeiros, como podemos ter otimismo se dependemos da aprovacao do governo e, ainda por cima um diretor da Previ pedimdo para nós fazermos pressao, isto é o fim mesmo.
Eu, assim como tantos outros colegas precisavamos de valores na conta no maximo ate as vias do dia 24, depois desta data, pelo que tenho lido nos blogs e fora deles, vai ser muito duro com faturas vencidas, cheques voltando, lojas ligando...
Nao tem como acreditar que podem rodar alguma folha extra nos proximos dias, sem a tal Previc assinar, nao sai credito, nao é mesmo?

Diana Pinho

Anônimo disse...

Colega de lutas Jose Medeiros, é impossivel que a Previ ou o proprio banco nao possa fazer algum adiantamento ou alguma linha de credito extra para auxiliar nossos colegas enquanto nao dá as aprovacoes que faltal no processo do superavit.
Eles deram a sensaçao otimista que o credito viria SIM em janeiro, e agora vao ficar sentados de braços cruzados, dizendo que nao tem culpa de nada, e o culpado é a burocracia do governo.
Ora gente da Previ e do Banco, vamos ser mais solidarios com os colegas, todos formam uma grande familia, uma maçonaria de bancarios, vamos deixar
nossos MANOS nesta hora? Pensem nisto.
Nesta hora me dá aquela saudade de estar na ativa novamente.


Vitor Hugo Mendes

Anônimo disse...

Prezado Medeiros, boa noite.

Estou tentando ver mais detalhes de um colega que passou mal depois que viu sua folha de pagamento de janeiro, principio de infarto, quero ve se consigo contactar a familia dele para conseguir autorizacao para publicar o nome, matricula e cidade.
Pelo jeito, com um colega disse, vai ter gente passando mal, e isto que nem chegou o dia 20.
Quero ver quando começar a estourar as contas atrasadas dos que achavam que o credito vinha em janeiro.
A Previ tem que dar uma soluçao para isto, fazer algum adiantamento para coisas terriveis nao acontecerem.

Eduardo Wendet

Bed disse...

Pessoal,
Chega de revanchismos. Basta o riso daqueles que votaram contra e que agora somos obrigados a ouvir " bem feito, tomaras que não saia ".

O acordo que envolveu vários representates dos funcionários da Ativa e Aposentados, ocorreu em momento impróprio. E, todos sabiam disso.

Negociar em véspera de mudança de Governo era temeroso. Sabíamos que os representantes dos intervenientes poderiam ser alterados. E, portanto, a pré-negociação foi por água abaixo.

Em momento de mudanças e no início do novo Governo as prioridades são outras. Embora, a PREVI exerça um papel importante na Economia, assim como definições que envolvem a Instituição BB, as negociações foram retomadas.

Sabemos que a burocracia é grande e portanto, o momento é de União. Sabemos que algumas questões não dependem da PREVI e sim de alguns intervenientes.

Nesse sentido, apoio o Diretor da Previ, em solicitar apoio dos seus associados para, juntos, pressionarem os Órgãos intervenientes.

Concordo, porém, que a Previ deveria ter efetuado um trabalho de qualidade, informando, exatamente, e com acompanhamento diário, o que de fato e que interveniente está emperrando o processo. Atirar para todos os lados, conforme sugestão do Diretor da Previ, é demonstrar total falta de acompanhamento. É não saber exatamente o que está travando. Transpareceu-me falta de controle e compromisso.

É a hora da união. Esqueçamos do revanchismo, dos milindres e do orgulho. Encaminhemos, pois, aos cuidados do Diretor da Previ - Sr Paulo Assunção, a nossa preocupação relativamente ao acompanhamento e controle do processo.

Isto perfeitamente mapeado, e sabendo em que interveniente o processo está parado, em massa, e com a participação de todos, encaminhamos e-mail ao responsável, solicitando uma rápida solução.

Grato

Anônimo disse...

Bem que o Banco do Brasil podia soltar uma linha de credito para ser paga no dia do credito do superavit.
Deixar seus aposentados a pao e agua neste dia 20 é para todos verem com o Banco nao dá mais valor para eles.
Que coisa lamentavel!!

Nadir Gaspar

Anônimo disse...

Escute colega Medeiros, nao me leve a mal, mas pare de dizer que ainda ha esperança do credito sair ate dia 24, porque isto é impossivel, voce nao deve dar esta falsa esperança ilusoria para os colegas cada ves maus angustiados e ja desesperados.
Nao alimente tal ilusao que este credito pode sair ate dia 24, porque ja cocluimos que ate os diretores do Banco poucos se importam pela afliçao de seus colegas, mentindo ao dizer que com certeza o credito viria na folha de janeiro e voce bem sabe disto.
É uma pouca vergonha para a Previ e mais ainda para os diretores do Banco do Brasil que nao honram sua palavra.
Que saudades tenho da epoca que trabalhava no Banco e meus superiores eram pessoas que cumpriam o que prometiam custe o que custar.
Eram pessoas acima de tudo honradas.

Medina

Anônimo disse...

Medeiros, será que o crédito acontecerá no dia 24.01 (Dia do coitado do aposentado da Previ). Vamos mais uma vez torcer.

Blog do vovô disse...

Bom dia Medeiros
Será que esta noticia se aplica também a PREVI, quanto a exclusividade de pagar através do BB.
Acho que vale a pena verificar.
Um abraço.

Blog do vovô disse...

Tche...
hahahaha
Contei o milagre e esqueci o Santo.
Da uma olhada neste artigo, e verifica se não se aplica a exclusiviodade dos pagamentos da PREVi no BB.
http://www.anabb.org.br/mostraPagina.asp?codServico=33&codPagina=41205

Anônimo disse...

Gostaria muito de acreditar que um minimo de chance do credito sair ate o dia 24, confesso que estou sem nenhuma esperança e totalmentente decepcionada com a Previ e o Banco.

Ivete Almeida

Anônimo disse...

Ah Medeiros, credito sair ate dia 24?
Isso é piada de humor negro.
Pobres dos velhinhos!!

Ferraz

Anônimo disse...

É COLEGA MEDEIROS, O CREDITO VAI VIR SIM DIA 24, JA CONFIRMEI AQUI COM O PINOQUIO E A CINDERELA TAMBEM JA DEU OK.
DESCULPE, MAS SO RINDO MESMO...

ANTONIO BORBA

Anônimo disse...

Gente.. O que é isso? Enquanto as pessoas estão morrendo no Rio levadas pela enchente vem aposentado do BB dizer que está a pão e água? Ora... Não estão exagerando não? Nós temos nossos benefícios normais e o crédito do superávit será um plus... Pensem um pouco nos outros. Nosso crédito pode demorar mas todo dia 20 nosso beneficio normal é creditado. Parece até que estamos mesmo como as pessoas de Petrópolis, Teresópolis, etc sem teto, sem roupas, sem comida.

Anônimo disse...

o ANONIMO DAS 11:59

EU BREVEMENTE NAO VOU ESTAR PIOR QUE AS PESSOAS DAS ENCHENTES, MAS DAI VOCE QUERER VIR AQUI ME DAR SERMAO SEM SABER DAS NOSSAS VIDAS PESSOAIS.
PODE TER CERTEZA, NAO PERDEMOS PARENTE E NEM FAMILIA, NOSSAS CASAS CONTINUAM INTACTAS, MAS ESTAMOS E COM CERTEZA MUITO VAO FICAR A PAO E AGUA, SE VOCE ACHA ESTE DECLARACAO UM EXAGERO É PORQUE NAO ESTA A PAR DO QUE MUITOS RECEBEM NA FOPAG QUE MAL DÁ PARA PAGAR AS CONTAS BASICAS, O QUE DIRA GASTOS EXTRAS, NINGUEM AQUI ESTE DESMERECENDO O SOFRIMENTO CAUSADO PELA TRAGEDIA NO RIO, MAS ESTE DIA 20 SE NAO VIR MESMO NADA, FICARA NA MEMORIA DOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS.

MARLENE MUNHOZ

Anônimo disse...

Pura politicagem!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Bom, é o seguinte, nao vou ser mais um escrevendo lamurias, ja encarei os fatos e depois do dia 20, tenho que lidar com este grande enrosco que EU MESMO CRIEI, nao sou criança e nem um jovem sem experiencia, infelizmente CAI NO CANTO DA SEREIA que cantava que o credito viria em janeiro, fiquem tranquilos diziam...
Pois é, agora o barco afundou, ja estou de colete salva vidas, quanto tempo aguentarei?
Mas prometo que se o credito nao vier em janeiro, vou trocar totalmente de banco, nem CASSI quero mais, terei o banco do Brasil apenas para receber meu provento, cai o pagamento num dia e na mesmo hora eu transfiro para outro banco. Chega de valorizar quem nao tem um pingo de respeito por aqueles que ja foram seus proprios funcionarios.
Aconselho a quem puder, que faça o mesmo, pois verao ainda os seus gerentes telefonando para saber porque procedem desta forma.
Eu darei o troca a minha moda, sei que nao é grande coisa, mas é melhor que continuar prestigiando um banco que nao merece mais tal valorizaçao de seus proprios funcionarios.
Queria ver se pelo menos trinta por cento dos aposentados e pensionistas fizesse o que vou fazer, se o Banco nao voltaria a oferecer limites de credito diferenciados novamente e hoje o credito do superavit ja nao estaria nas nossas contas.

Artur Campos Vilella

Ronaldo F. Moreira disse...

APOIADO INTEGRALMENTE Colega Artur Campos Vilella,em seu post de 12:43

Toninho Bleinroth disse...

Caro Medeiros,

O coleguinha que citou o problema das enchentes no RIO, parace que esqueceu da inumeras campanhas de doações iniciadas por funcis do BB, até mesmo um dia de salário para as Obras de Irmã Dulce, e acho que se sair tal dinheiro poderemos sim colaborar com muito mais para os colegas cariocas. Eu acho que o anônimo que disse tal coisa, nunca passou por dificuldades, nunca teve enchente em sua cidade, ou acha que a catástrofe que abalou o Rio é a única que acontece no País.
No dia 19 de Junho de 2010, aconteceu fato semelhante aki em Alagoas e não ouvi ele defendendo os atingidos.
O anônimo mané, se liga cara, e mostre a cara. Ajuda com certeza daremos, mas mande também uma mensagem criticando o governo pelo descaso.