FELIZ NATAL E ÓTIMO ANO NOVO

sábado, 17 de dezembro de 2011

Estou desejando a todos os amigos, colegas e seguidores um Feliz Natal e um ótimo Ano Novo, pleno de paz, alegria, saúde e prosperidade. 

O Ano de 2011 está se encerrando com sua quota de alegrias e tristezas. Espero que o saldo tenha sido positivo e que a bolsa de valores, afinal, reaja nos últimos dias e feche em 59.000, ou, ao menos, acima dos 57.000.

Como sempre faço, estou começando a minha avaliação pessoal do ano e as inevitáveis resoluções para o ano 2012. 

A única certeza que tenho, no momento, é de que o ano passou correndo, rápido demais, o tempo teima em se aproveitar de que nós já não temos a mesma agilidade de antes em acompanhá-lo no mesmo rítmo.

Mas guardo algumas boas recordações deste ano, especialmente no tocante ao blog.  O peladaço no Rio de Janeiro, defronte ao prédio da Previ, foi memorável e emocionante, pelas circunstâncias que o antecedeu, inclusive ameaças, e pelos resultados imediatos que gerou, uma semana depois saiu o pagamento do superávit.  Pena que a lição não foi aprendida nem seguida. Um momento imperdível. Viramos os herois do Mourisco, cantados em prosa e verso.

O questionamento contra a insípida e defeituosa comunicação da PREVI, que reconheceu e pretende corrigir essa falha em seu planejamento estratégico dos próximos tres anos, segundo anuncia, bem como o confronto com o Sasseron na AFABB-RS quando, atendendo pedido de inúmeros colegas, critiquei, cara a cara, olho no olho, como os gauchos gostam, a postura arrogante da diretoria de seguridade na relação com os participantes da PREVI, foram outros pontos que merecem ser lembrados como relevantes. O escrito vibrante do Claudio de Bem a respeito foi enquadrado para a minha parede.

Os amigos que fiz em todos os recantos do Brasil e em alguns paises, consagrando o blog do Medeiros, também muito me alegrou e com eles compartilho minha gratidão pelas mensagens e comentários que enriqueceram o blog durante o ano, me animando e trazendo excelentes contribuições aos colegas. O que mais me sensibilizou foi o crédito que recebi, as pessoas que acreditaram em mim e nas minhas fontes, que reconheceram o propósito de trazer informações válidas a tempo presente num cenário em que a mordaça foi a característica mais marcante.

Os aborrecimentos e mágoas, como a não eleição para a ANABB e os comentários maldosos na interrnet, já foram para o lixo e o esquecimento, que é onde merecem estar, pois o rancor só faz mal e o perdão alivia a alma.

Então, chegou o NATAL !  Brilhou a luz divina, e chegou com uma mensagem de esperança, de concórdia, de amor e de renovação.

Logo atrás, virando a esquina, está o novo Ano, 2012, com suas surpresas, nos aguardando.

Vamos enfrenta-lo com coragem e determinação. E , como sempre, com muito otimismo. Que a vida sorria para nós e que Deus nos acompanhe e abençoe nessa nova jornada.

Sim, VAMOS QUE VAMOS ! 

O blog está de férias até o Ano Novo.

Abraços e beijos para todos voces. PAZ e AMOR.

MEDEIROS

48 comentários:

Tunin disse...

Que o Senhor nos abençoe sempre e a ti também. Feliz natal, Bom Ano Novo! Abraços.

Anônimo disse...

Embora eu não comemore esses dias festivos por motivos religiosos, desejo á voce e sua família tudo de bom.
Que voce continue a ter muitas alegrias no ano que vem, por fazer o que sabe de melhor; estar do lado das pessoas que precisam da defesa dos seus direitos.
Torcemos por isso!
Esperamos que tenha força, saúde e coragem necessária!

De uma pessoa distante, porém próxima dos seus mesmos ideais!
Até breve.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Um feliz natal para o senhor e toda a sua familia e que no ano de 2012 o senhor volte renovado para nos ajudar na luta imensa que vamos ter.
Foi um prazer tê-lo conhecido.
Pelo menos ri muito e me diverti com suas blagues.
A vida é bela.
Um grande abraço

Claudia do rio

Anônimo disse...

Prezado Dr. Medeiros, retribuo os seus votos, pelo Natal do Senhor e ano novo, com um profundo grato por tudo e recomendando, pela oração, o senhor e todos os seus ao amoroso, justo e eterno Deus, Uno e Trino Que tornou-Se um de nós, exceto no erro, pela Sua Encarnação.
Até breve e PAZ E BEM!

Fernando Lamas
Valinhos(SP)

Anônimo disse...

Um FELIZ NATAL...
...e PRÓSPERO ANO NOVO!!!

Desejo a ti, Dr.Medeiros, e a sua família...

O mais importante que ficou, nesse ano que se encerra, foi a AMIZADE que conquistamos. Só por isso já VALEU A PENA. Tenho tenho certeza!
Isso nos faz refletir, nesses dias natalinos, o quão importante é termos pessoas amigas a nosso lado, com tamanha disposição para nos ajudar...Você é especial! Deus estará sempre contigo.

Um forte abraço!!!

Janone

jeanne disse...

Medeiros, desejo-lhe e a sua família um feliz natal e um feliz ano novo, repletos de felicidades e esperanças.Abraços, Jeanne.

Anônimo disse...

Feliz Natal a todos e que 2012 seja mais justo. E que cada um receba de acordo com o que semeou.

Carlos Canalles - 1.790.140-5 disse...

Caro colega Medeiros:
não te desejo um Feliz Natal mas sim vários e vários Felizes Natais.
Que possas comemorar esta data tão
importante por muitos anos junto à tua família, e que a idade ao invés de te tirar as forças, redobre-as, para que ainda possas nos ajudar por muito tempo.
PAZ e LUZ
do nunda anônimo
Carlos Canalles - 1.790.140-5

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO.
São meus sinceros votos cristãos, ao senhor que tanto lutou por nós aposentados. Estensivos a todos seus familiares.
Que 2012 seja-nos mais auspicioso.

CELSO BERNARDES
FORMIGA/MG

Rogério Luiz Carvalho disse...

Dr. Medeiros, desejo~lhe um Feliz Natal e um próspero ano de 2012, extensivo aos familiares. Embora nem tudo aconteceu como nós queriamos, lhe peço humildemente a continuação do trabalho realizado, na defesa dos assistidos do PB1, siga em frente, Abraços, bastante Paz e saúde, Rogério Luiz Carvalho.Pelotas.RS.

Profº Ari Zanella disse...

Prezado Dr. Medeiros e Colegas,

Desejo de coração um Feliz Natal e Abençoado Ano Novo. Valeu a luta!
Como diz Fernando Pessoa: "Tudo vale a pena quando a alma não é pequena."

Ari Zanella - Joinville(SC)

JEC - Campeão Brasileiro Série C
Novo integrante da Série B
Valeu JEC!!!

caos e ordem disse...

Olá Medeirão, você é Medeirão, enorme, monstro do bem por tudo o que fez na vida. Que você continue tendo PAZ, SAUDE e DISCERNIMENTO no que faz. Que tudo corra bem nas festas para você e sua família. Que todas as BENÇÃOS recaiam sobre ti.
Grande abraço, muito obrigado por TUDO.

Anônimo disse...

FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO!

Anônimo disse...

Dr.Medeiros!

Desejo tambem os maiores e melhores
votos de um Feliz Natal, que Deus
o abençõe tambem a toda familia, e que o sustente de corpo e alma, com
saude, compaixão e muita fé, nesta
vida. Feliz Natal!!!!
Marisa Moreira

antonio americano do brasil borges disse...

Caro Dr. Medeiros,
Tenha, juntamente com sua família,um natal tranquilo e feliz, e que no próximo ano, o Sr. venha de "baterias" renovadas, pois nós aposentados não podemos prescindir de sua liderança.
Abraços
Antonio Americano
Goiania (GO)

Anônimo disse...

CHACAL

DR. MEDEIROS
VOCÊ e sua família merece tudo isto que nós te desejamos e muito mais.
Estaremos juntos em 2012 nas novas
batalhas que hão de vir.

Um grande abraço
Murilo CHACAL Hallak
São João del Rei-MG

raul avellar disse...

Mui prezado Dr. Medeiros

Com os mais sinceros votos de um Feliz Natal, extensivos à toda a sua família, desejo-lhes, também, um 2012 pleno de venturas e de vitórias nas pelejas em que você se engajar.

Raul Avellar

Anônimo disse...

Dr. Mediros,

Peça para a senhora Cecilia tirar do blog dela essa notícia aterrorizadora de que o Bet vai acabar. Dê-lhe a sugestão para ela postar pelo menos uma mensagem de de boas festas e de ano novo aos que ela faz questão de massacrar com notícias ruins. Senão ela não receberá nenhuma mensagem desejando-lhe felicidades no natal e no ano novo.

Anônimo disse...

Enquanto uns e outros ficam ai de festas e futilidades, a tão criticada Isa Musa consegue falar coma Ministra da Casa Civil vejam no site da senadora Ana Amélia em http://www.senado.gov.br/senadores/senador/anaamelia/detalha_noticia.asp?data=19/12/2011&codigo=102801

João Rossi Neto disse...

Nobre Medeiros,

A PULVERIZAÇÃO DO RISCO.

Quando as Bolsas de Valores estão com o vento soprando a favor, as valorizações das ações propiciam, automaticamente, robustos lucros para os investidores, em especial para os Fundos de Pensão, por estes concentrarem vultosos recursos no segmento de “Rendas Variáveis”.
Entretanto, na divulgação dos resultados positivos, malandramente os Gestores omitem que as sobras técnicas são oriundas da conjuntura econômica mundial favorável, com o escopo de arrebatar para si, os méritos que, a rigor, são consequentes do mercado.
Efetivamente, é um comportamento inidôneo de administradores oportunistas, sagazes no mau sentido, que emergem do ostracismo, notadamente os da PREVI para distorcer a verdade dos fatos e alardear que os expressivos superávits técnicos registrados nos balanços anteriores derivaram da boa gestão dos recursos.
Não raras vezes, para bajular o Governo Federal, enfatizavam que o ótimo desempenho da economia brasileira contribuiu de forma preponderante no sucesso alcançado pelos Fundos.
Obviamente, o desempenho satisfatório nas Bolsas de Valores encobre a incompetência desses Gestores, eis que as metas de rentabilidade fixadas são extrapoladas com facilidade, em época de vacas gordas, pelas próprias forças do mercado, não havendo, portanto, ingerência administrativa das EFPCs na formação dos réditos. Na inércia tais administradores ajudam mais porque, uma vez quietos, não farão as suas trapalhadas.
Agora, neste momento negativo, de tombo nos valores das ações, de revoada dos investidores para outros ativos buscando proteger os seus capitais contra os riscos da volatilidade, surgem às incertezas, as crises de confiança e com as perspectivas de prejuízos no final deste exercício, de eventual não cumprimento das metas, ninguém quer ser o “Pai da Criança”. A propósito, o jornal “Globo”, de 15/12/11 divulgou matéria sobre este assunto.
Sequer levantam a hipótese da irresponsabilidade perigosa a que estamos expostos pela manutenção por prazo indeterminado do dinheiro da PREVI em ações e fundos de ações, nitidamente por erro crasso de gestão. Será que rasgaram o Manual de Governança Corporativa? Nesse mercado extremamente volátil, podemos dormir ricos e acordar na miséria, sem que o Fundo de Pensão tenha condições financeiras para quitar os nossos benefícios no longo prazo.
continua na parte II

João Rossi Neto disse...

Antes de mais nada, antevendo-se o desastre que se avizinha a solução aventada pelos Gestores da PREVI foi a que está na prateleira, ao alcance da mão, ou seja, de antecipar o pagamento do BET (até meados de 2012), benefício duramente negociado, cujo dinheiro foi apartado em Fundo Previdenciário específico para a finalidade. Esse corte, se efetivado, pode ser o tiro de misericórdia nas nossas combalidas finanças.
Se for necessário recompor a Reserva de Contingência, certamente seremos convocados para pagar os prejuízos com fulcro nos artigos 17 e 18 da Resolução 26/2008. É muito cômodo penalizar os sofridos assistidos, pautando-se pelo velho ditado: “São os últimos que falam e os primeiros que apanham”. Somos eternos bodes expiatórios a serem ceifados na mesa dos sacrifícios para corrigir os malfeitos praticados por pessoas incapazes, intituladas de Conselheiros.
A PREVI é pródiga e inflexível em cumprir regras que afetam os associados, mesmo as duvidosas e sub judice (Resolução 26/2008), entrementes, faz vistas grossas em relação ao patrocinador-BB/Governo, como aconteceu com o Termo de Compromisso, de 24/11/2010, firmado pelas entidades representativas e órgãos governamentais que, sem justificativa plausível, foi descumprido acintosamente e engavetado. Hoje, caiu no esquecimento e dizem que é matéria proibida.
Por que não reduzir os altos salários dos Diretores e Conselheiros que sangram abundantemente os cofres da nossa Caixa? Se for o caso de cortar na nossa carne, que seja cortado na deles também, já que são os responsáveis diretos pelos erros estratégicos, pelos atos administrativos e jurídicos!
Nós, aposentados, ao longo de vários anos, denunciamos reiteradas vezes ao Conselho Fiscal da PREVI e a PREVIC as irregularidades e alertamos para a necessidade de reequilibrar as aplicações da EFPC-PREVI, com redução gradual do montante concentrado na Carteira de “Rendas Variáveis”, cerca de 63% do Ativo Total.
Por uma questão de sustentabilidade dos pagamentos das aposentadorias, é imperioso pulverizar o risco, redistribuindo os recursos em várias cestas de moedas, dando preferência para negócios conservadores, como aplicações em títulos de “Rendas Fixas”, Ouro, Imóvel, Empréstimo Simples, etc.
Infelizmente, nada foi feito e há uma leniência comprovada do Conselho Fiscal da PREVI e da ex-SPC, hoje, PREVIC, que convivem com o perigo sem tomar qualquer medida concreta, eficaz, para coibir os abusos e desvios de condutas.
continua na parte III.

João Rossi Neto disse...

E a sociedade brasileira que ainda não se manifestou contra esses descalabros, por quê? Gente, que País é este onde impera essa espécie de ditadura totalitária chapa-branca, que corrompe a todos e paga qualquer preço pelo apoio e votos para aprovação dos seus projetos.
A Constituição Federal reza, em tese, que cada poder é soberano no seu raio de atuação, mas na prática isto não se verifica, pois, quem ajoelha são os Poderes Judiciário e Legislativo que se vergam as vontades do Executivo inebriados pelo glamour dos cargos e pelas benesses da Máquina Governamental.
São incautos os que acreditam nos capachos do Governo quando, no seu papel subalterno, solfejam a falácia de que existe “Independência” entre os três Poderes. Santa Independência, não é Sr. José Maria Rabelo (PREVIC)!
Por que a PREVIC é surda, muda e nada vê nas ações administrativas e financeiras da PREVI, sobretudo no que respeita a nitroglicerina analógica que são as aplicações financeiras exarcebadas na Carteira de Rendas Variáveis?
Não teço maiores considerações sobre o Conselho Fiscal da PREVI porque esse órgão há bastante tempo já pulou o balcão para o lado do Fundo de Pensão/BB/Governo e não desempenha com rigor a sua função fiscalizatória.
Faço essa radiografia da situação sócio-economico-financeira da nossa Caixa na esperança de que, dentre os atuais Administradores, alguém tenha um resquício de dignidade e o juízo aflore em sua mente para elidir o perigo que bate a nossa porta.
parte V - final.

Anônimo disse...

Colega, vc não entendeu ainda que eles querem matar os velhos e pensionistas os quais somos chamados de TRambiqueiros? Essa Cecilia esta rindo as nossas custas. Bem feito para os que a relegeram. O natal dela vai ser bom e o nosso com asinhas de frango e olha lá.

Rubem Tiné disse...

NOITE DE NATAL
(Rubem do Vale Tiné)

Do céu brilham estrelas,
o bem vence o mau,
todos se regozijam,
é noite de Natal.

Nasceu o Cristo Homem,
que veio nos salvar,
terminou crucificado,
pra nossos pecados pagar.

Vamos cantar bem alto,
louvor ao Criador,
que deu o Jesus Cristo,
como nosso Salvador.

Feliz Natal, a todos!
Um 2012 de muita paz!

Jvasconcellos disse...

Colega Medeiros

Um FELIZ NATAL,UM PROSPERO ANO NOVO.
Que 2012,seja de grandes realizações,.
Jaym Vasconcellos

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

D. Cecília está tão feliz com sua reeleição que sequer se lembra de
postar mensagens de Natal para os alienados que votaram nela. Aliás, a felicidade dessa senhora é dupla: uma por ter sido reeleita e a outra pela extinção do BET no começo do ano.

-x-x-x-

Tenha um Feliz Natal, Dr. Medeiros, e um Ótimo Ano Novo juntamente com seus familiares.

Um abraço.

Anônimo disse...

Convido os colegas a assistirem na UOL ao vídeo seguinte: "Bolsa perde da renda fixa no longo prazo, mostra estudo"
Professor de finanças da FGV, Samy Dana fez estudo que mostra que a Bovespa perdeu de títulos do governo num prazo de dez anos.
Ele afirma:
no BRASIL é melhor negócio no longo prazo a renda fixa do que a renda variável;
que, no futuro, pode até ser mellhor a renda variável, desde que a taxa de retorno da renda fixa BAIXE MUITO;
que a renda fixa é melhor que a renda variável, mesmo que as taxas de retorno se igualem;
a aplicação na renda variável envolve altos ricos;
o lucro em renda variável não é o lucro contábil (o lucro sobre o patrimônio líquido) é o lucro financeiro ou econômico, isto é, o valor atual na Bolsa comparado com o valor pelo qual se comprou o título.
Aconselha, finalmente, que não se aplique mais que 15% dos recursos em renda variável.
Edgardo Amorim Rego

Medeiros disse...

Pois é ! Eu em vez de terrorismo costumo vender otimismo e semear esperanças, baseado em minhas previsões e informações. A bolsa acaba de retomar os 57.000. O NATAL será feliz para aqueles que acreditaram em mim.

Juarez Barbosa disse...

Prezado companheiro de "panelaço" Dr.Medeiros,

Passo por aqui para deixar um grande abraço para você, desejando-lhe, aos seus familiares e seguidores de teu Blog um feliz Natal e um ano novo repleto de prosperidade.

Jorge Teixeira - Araruama (RJ) disse...

Vão se aproximando Natal e Ano Novo. Ficamos imaginando qual a mensagem que enviaremos aos amigos e parentes. Não gostamos de ser repetitivos e buscamos sempre coisas mais novas para dizer. Mas neste Natal e Ano Novo mais uma vez vou ser bem conservador ao afirmar que saúde, paz, harmonia, prosperidade e sucesso exprimem o que realmente desejo a Você e a todos que frequentam este espaço.
Jorge Antonio Martins Teixeira & Família

Anônimo disse...

Uma notícia boa, que não se reduz a um simples desejo: as Bolsas no Mundo inteiro - Ásia, Europa, Estados Unidos e América - estão em alta! É que o Congresso Norte-Americano acaba de aliviar a carga tributária para 160 milhões de trabalhadores norte-americanos! Isso significa que a locomotiva do Mundo (inclusive e sobretudo da China), o consumidor norte-americano, continuará puxando um pouquinho a composição da produção mundial!
Feliz Natal!
Edgardo Amorim Rego

Carlos Valentim Filho disse...

Prezado Dr. Medeiros,

Para Você, caro amigo, e para todos os seus entes queridos,
desejo:

Natal com muita alegria, muita harmonia e pleno de Felicidade
e um Ano Novo de paz, muita saúde, vitórias e pleno de prosperidade!

Grande abraço do
"longevo"
Valentim

Anônimo disse...

Meu antivirus passou a bloquear o site da Anabb. Algum hacker deve ter visitado a pagina.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,
João Rossi Neto,
Edegardo,
Marcos...

Como é que HOMENS de naipe NÃO SERÃO CANDIDATOS À DIRETORIA DA PREVI???????????????

NATAL SANTO E ABENÇOADO; ANO NOVO CHEIO DE SUCESSO é o que desejo a TODOS.

João Rossi Neto disse...

Medeiros,

Aquilo que não podemos provar é improvado. A fé é improvada, mas não impossível. Não podemos deixar que nada abale a nossa fé em Jesus, o Cristo, o Messias, o Salvador. Jesus é o Sol invencível.

Já dizia Nelson Cavaquinho:

“O sol há de brilhar mais uma vez
A luz há de chegar aos corações
O mal será queimada a semente
O amor será eterno novamente
É o Juízo Final, a história do bem e do mal”.

Feliz Natal a todos, muita saúde e que o ano de 2012 tenha céu de brigadeiro. Que o endividamento da União Europeia seja debelado e a pujança volte a predominar nas Bolsas de Valores, em patamar acima dos 70.000 pontos. Manter acesa a chama da esperança, não da espera do que possa acontecer, mas da esperança de ir atrás dos projetos e da efetiva realização. Agradecer a Deus por tudo, mas, sobretudo, pela vida que é a maior dádiva recebida.

Um forte abraço.

João Rossi Neto.

Anônimo disse...

Dr. e colega Medeiros,
Desejo um feliz natal e um excelente ano novo pra você e toda a sua família.
Um feliz natal e feliz ano novo a todos os colegas. Que esse ano que quase se inicia seja muito abençoado pra todos nós, com muitas conquistas, muita paz, longevidade e ótima saúde para todos nós. E faço minhas as palavras do Fernando Lama (abraços ao colega, meu vizinho!) e coro com o colega Rubem Tiné!
Abraços,

Telma Saraiva - Campinas -SP

Pensionista disse...

Sr João Rossi Neto , parabéns! O senhor escreveu tudo o que eu penso e gostaria de ter escrito mas infelizmente não possuo essa
capacidade de saber me expressar.
Um Feliz Natal e um Prospero Ano Novo.Que contnue sempre com essa iluminação que Deus te presenteou.

Anônimo disse...

Senhor Rossi,

Achei o comentário de ontem bem legal, e descontraido.
Continue assim, tá bom?
Ma quando for dirigir, não beba.

Felicidades.

Anônimo disse...

Prezado Medeiros, Por favor,me confirme a informação de que se a bolsa fechar o ano acima de 57000 pontos, o pagamento do BET está garantido em 2012? De quem é esta informação?

Tania disse...

O Natal significa, acima de tudo, o renascimento de todos nós, cristãos, cujos sentimentos de amor, paz, harmonia, fé e solidariedade invadem nossos corações, alimentam a nossa alma, elevam o nosso espírito, encorajando-nos para uma nova vida, para um novo ano, repleto de esperanças em dias verdadeiramente mais prósperos e vitoriosos, sob todos os aspectos da nossa existência. Desejo aos companheiros de jornada essa " vida renovada " para que juntos possamos vencer as batalhas que teremos pela frente. Dr. Medeiros, contamos com sua nova disposição, contamos com o seu retorno.
A todos, um Feliz Natal !!!

Anônimo disse...

Prezados Rossi,
Tentei selecionar os melhores trechos da sua mensagem mas não consegui porque ele está inteiramente fantástico.
Parabéns mais uma vez e tenha um feliz 2012.

Ao Dr. Medeiros parabéns pelo blog, pelas mensagens de otimismo e coragem.Feliz 2012.

João Rossi Neto disse...

Caro colega Anônimo de 25/12, às 14h57min,

Confesso que não entendi a sua mensagem ao enfatizar: "quando for dirigir não beba". Salvo o engano, passou a impressão de que costumo beber antes de dirigir.
De qualquer modo, antecipo-lhe o esclarecimento de que felizmente não tenho o vício de beber e muito menos de fumar. Quando dirijo, levo a sério a responsabilidade deste ato, não só em relação à bebida, mas, em especial, o respeito à legislação em vigor, isto porque a vida dos passageiros está nas mãos do condutor do veículo.
Sou a favor da Lei Seca, inobstante ter algumas brechas é relativamente boa e tem reduzido o número de acidentes no País. Nunca bati um carro em rodovias e nem em perímetros urbanos. Raramente recebo multas de trânsito.
Portanto, agradeço a preocupação, contudo, pareceu-me estranha e totalmente descabida a sua observação, ainda mais se levando em conta que, ao que tudo indica, não me conhece e, por conseguinte, nada sabe sobre a minha conduta. Agora, se o recado foi no “lato sensu”, a guisa de precaução, recebo-o de bom grado.
Um abraço.
João Rossi Neto.

Anônimo disse...

Acabo de receber a seguinte informação sobre a vantagen da aplicação da PREVI em renda varíável. Pelos termos da informação, verifica-se que se trata de opinião abalizada. Merece nosso respeito. Deve ser a justificativa, que embasa a atitude da PREVI. Só me resta acompanhar os acontecimentos, enquanto viver...
"Acredito que o Prof Samy Dana se refira a investimentos pessoais em cada ativo.
No caso da PREVI certamente a análise muda de figura, pois sendo uma EFPP a legislação tributária tem peculiaridades distintas da que incide sobre pessoas físicas e até mesmo jurídicas (não EFPP).
Há um outro ítem que precisa ser considerado. A bala da PREVI lhe permite adquirir posição de controle sob determinados invetimentos. O que lhe concede assento em Conselhos, ingerência na definição de metas e propósitos do negócio, além do VALOR AGREGADO sobre o papel. Este, com certeza, representa um baita diferencial quando da negociação de compra e venda da carteira.
O interessante, se houver oportunidade, seria considerar as cotações pretéritas e projeções do estudo sobre a carteira da PREVI, apurar-se um 1º subtotal. Acrescentar as bonificações e investimentos necessários e apurar-se um 2º subtotal. Acrescentar o VALOR AGREGADO DO INVESTIMENTO e apurar-se um 3º total. Cada um desses totais comparado ao projetado atuarialmente nos traria a exata noção de superação, atingimento ou não atingimento da meta verificada para o investimento.
O mesmo poderia ser feito para a carteira de renda variável como um todo, para a carteira de renda fixa como um todo, para a carteira de investimentos imobiliários como um todo.
Fato é que todas essas operações são préfiltradas por programas de avaliação de risco - Risk Metrics - que indicam, inclusive, momentos de entrada e saída de uma determinada posição. O que provoca, no decorrer do período compras e vendas que, bem realizadas, agregam mais valor a carteira."
Edgardo Amorim Rego

Anônimo disse...

Muito simples a resposta a sua pergunta de porque gente como os citados por você não são candidatos a Previ? Ora, esses não se elegem nem para síndico de prédio. São ruins de voto, vide a votação do Dr Medeiros para a ANABB. Ridícula!!!!! Quem tem voto é Cecilia, Graça, Iza Musa, Amaral, Emílio, etc. Podem chorar à vontade

Velho de calcinha vermelha disse...

Um bom Natal para você, sr. Medeiros, e para o nosso vermelhinho. que em 2012, depois de TRINTA E TRÊS ANOS(1/3 DE SÉCULO) possamos comemorar um título brasileiro. Aliás, você estava ainda começando os "enta" não é Medirim?
e vamu respirá...que dá...respira...respira fundooo...e vai...o treinador do Colorado é BUUUUURRRRRRRRRRUUUU.
Morri

Anônimo disse...

valeu!

Anônimo disse...

E A BOLSA??? CONSEGUIRAM COMPRAR

MAIS CARA, OU VAI FICAR MESMO NOS 56?

jeanne disse...

Medeiros, Feliz Ano Novo para você e sua família e para todos os colegas frequentadores.Abraços, Jeanne.