VELHICE CHEGANDO

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Tem várias maneiras de  sentir a velhice chegando.  Uma delas é o aumento das dores.

Uma marchinha de carnaval que disputava prêmio na TV Globo este ano diz mais ou menos assim:

Quando chega aquela idade,

Tudo dói, dói, dói.

Doí as costas, dói a corcunda,

Dói a coluna, dói a bunda.

Dói, dói, dói. dói.

Uma outra forma de sentir a velhice chegando é quando os amigos e os colegas vão deixando o nosso convívio e passando para a eternidade ou adoecem gravemente.

Cadê o Fulano ?  Morreu.   Cadê o Sicrano ?  Está com câncer, muito mal. Cadê o Beltrano ?  Não conhece mais ninguém, está com Alzheimer.

Na minha praia, em Atlântida, ocorre esse fenômeno alarmante.  Um colega do BB que caminhava na praia todos os dias, não o faz mais, pois está com artrose, numa cadeira de rodas, me contou a esposa entristecida.  Um outro amigo, colega da Faculdade, que igualmente desfilava garboso, está impedido, com Alzheimer avançado, segundo um de seus filhos, alto magistrado.

No meu caminho para a praia eu passava por um campinho de futebol sete, onde há vários anos seu proprietário comandava as partidas entusiasmado, criando um clima de camaradagem.  Está nas últimas, afundado numa cama de hospital e também em dívidas. Sábado passado estava acontecendo a pelada derradeira.

Um conterrâneo, de Uruguaiana, de 71 anos, amigo de infância,  o João Moura, engenheiro, faleceu nesta semana, de parada respiratória.. O necrológio foi publicado na ZH de ontem.

E, como já comentei, nos deixa o grande ex-presidente do BB, Camilo Calazans de Magalhães, um colega que grangeou admiração geral por combinar excelente gestão administrativa com política de recursos humanos justa.Virou uma lenda.

E´ a  velhice  chegando,  com certeza.  Dói, dói, dói.

Mas vou esquecer as dores de coluna por um tempo.  Vou tocar cuica no carnaval numa rodada de samba. Quem canta seus males espanta.

Bom carnaval para voces também.  Cuidado nas estradas.

Quanto riso, quanta alegria, mais de mil palhaços no salão...

Na minha volta vou falar da guerra atômica que está acontecendo no BB e na Previ, com reflexos diretos nas eleições do nosso fundo de pensão.  Muita pólvora,  muita intriga,  muita sujeira. E também da bolsa em alta, com resistência nos 66.000.  E do mau resultado do último trimestre do BB por causa da Previ. E dos bastidores ... E dos bastidores... Aguardem. Por isso tudo é que só me querem no conselho fiscal, para ajudar a por a casa em ordem. Mas só aceito ser suplente do conselho deliberativo, cargo que parece não estar disponível ou estar reservado para os mimosos.

Ah !  Quanto riso...

21 comentários:

HELENO PINTO NOBRE disse...

AINDA TEM CANALHAS QUE INVENTARAM QUE ESTA É A MELHOR IDADE .! NÃO SEI PARA QUE ?

TENHO CERTEZA QUE ; QUEM INVENTOU ESTA GRANDE MENTIRA NÃO ERA VELHO; POIS SE VELHO FOSSE NÃO MENTIRIA DESTA MANEIRA.

DEVE SER ALGUM MARQUETEIRO; SAFADO DE PLANTÃO QUE DEVE TER SIDO MUITO BEM PAGO PARA INVENTAR ESTA BABOSEIRA .! EU QUE JÁ ESTOU COM 61 E DIABÉTICO POSSO ATESTAR QUE ISTO DE MELHOR IDADE É UMA DAS MUITAS MENTIRAS DESTE SISTEMA FALIDO .!

QUE PENA QUE NÃO EXPLODE A BOMBA ATÔMICA DA GUERRA DENTRO DO BB.! PELO MENOS SERIA UMA PEQUENA JUSTIÇA PARA NOS DELICIARMOS; POIS O QUE ESTÃO FAZENDO CONOSCO NÃO TEM NEM EXPLICAÇÃO.!

HPN; MATRIC. 3984740-3 ; VELHO E INJURIADO. E NINGUÉM ME CONVENCE DO CONTRÁRIO. BANDO DE CANALHAS .!

Anônimo disse...

Bom para àqueles que foram para a eternidade em idade avançada, pois tiveram chance de fazer o bem, história e a diferença. O Calazans é um ótimo exemplo. Feliz daqueles que ainda conseguem buscar ou dar notícias de seus Idosos Companheiros. Que bom seria que obtivessem apenas Boas notícias. Eu,que ainda não cheguei aos 60, recentemente recebí a triste notícia da passagem de vários Colegas e Amigos, todos de meia idade, da Ativa, do PDV e Aposentados. Que Deus os tenha.
Escrevi isso como uma forma de homenagem a àqueles Heróis Anônimos que, cada um a sua maneira, ajudaram no crescimento e manutenção desse gigante chamado BB.
PS Admiro seu estilo Otimista, dr Medeiros.
PS Sempre me detenho e procuro entender os realistas escritos do nobre HPN. Tenho a impressão de que Sua sensibilidade o faz muito. Se pudesse diria CURTA UM POUCO DO LADO BOM DA VIDA.

Anônimo disse...

Ficamos então na espera. Enquando isso, vamos nos divertir um pouco com o Carnaval que se aproxima. Bom carnaval para todos. Saúde e Paz.

Anônimo disse...

Dr Medeiros:
Saude!
Tenha bom carnaval. Mas ainda tocas cuica?. Estas melhor que eu.Vai um aviso. Nao eh para estragar. Mesmo com paninho molhado, breu, vela, parafina eoutras malandragens, Cuida da BOLHA DAGUA no dedao. Doi, doi, doi. Mas dizem que para passar uma dor, basta dar uma martelada bem forte no dedo. Doi, doi, doi, mas desaparece a dor anterior Abrs. Eh hora de brincar ta certo? Mario

Anônimo disse...

Estou muito curioso em saber o que está acontecendo na alta cúpula do BB.

Anônimo disse...

Estou curioso em saber o que está acontecendo na alta cúpula do BB.

Anônimo disse...

O pior da velhice é quando o cidadão é obrigado a reconhecer que se encontra plenamente “enquadrado” nos sintomas da idade dos metais. Ele tem “prata” nos cabelos, “ouro” nos dentes e “chumbo” naquilo que não mais levanta nem que a vaca tussa.

Anônimo disse...

Que nada gente vocês são muitos exagerados. Eu já cheguei aos 49 e não sinto nada.

Só estou com estalos pelo corpo, portanto, crocante.

Vc toca Medeiros!?


SE BEBER NÃO DIRIJA, SE DIRIJIR DEIXA QUE EU BEBO.

wilson luiz disse...

Caro Medeiros,
Realmente, é como você escreveu. Estamos saindo da idade do lobo, e entrando na idade do condor: com dor aqui, com dor ali...

Jorge Teixeira - Araruama (RJ) disse...

Colega Medeiros,
A notícia abaixo transcrita, publicada hoje no UOL, vem comprovar que Costa do Sauípe, que até então era o palco do aberto de tênis do Brasil, agora está, mais do que nunca, com a típica cara de mico.
“20/02/2012 - 06h00
Gustavo Franceschini
Do UOL, em São Paulo
Organização celebra 45 mil pessoas vendo tênis em SP; público é o triplo do Sauípe.
Em seu ano de estreia em São Paulo, o Aberto do Brasil de tênis levou 45 mil pessoas ao ginásio do Ibirapuera, que recebeu as partidas. Mesmo com algumas falhas pontuais, a organização do evento comemora o sucesso, faz promessas e diz que os números justificam a mudança, já que na Costa do Sauípe a competição atraía apenas 15 mil espectadores ao todo”.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Soube que tem uma Chapa, para a eleição da PREVI, já colhendo apoios junto aos funcionários da ativa, com o nome de
"UNIDOS POR UMA PREVI MAIS FORTE E SEGURA"

Seria a Chapa dos funcionários do
PREVI Futuro?
O Sr. poderia nos repassar mais detalhes?
Eu agradeço muito por toda sua ajuda.

Anônimo disse...

Velhice, assim você me mata, se te pego ai, ai se eu te pego ai, ai. heheheheheheheheh

wilson luiz disse...

Francamente, esta "troca de farpas" entre os vários blogs já "encheu o saco". Acho que, com esta desunião, já está garantida a vitória da situação nas eleições CASSI e PREVI. Como não adianta chorar o leite derramado, vamos pensar no futuro, cada qual na sua, sem trocas de mais ofensas.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

faleceu hoje(23-02),seu grande seguidor Murilo Chacal Hallak, grande figura humana.
Que Deus o tenha.

Abração.

Anônimo disse...

A Dilma estuda trocar as altas cúpulas das estatais, BB incluso.

Marco Maia, PT e Pres.Câmara não conseguia emplacar na Vice-Presidência do BB o Diretor Sérgio Nazaré, que foi enviado ao Banco da Patagônia...

Aproximam-se as MU-Danças !

Eliana Maria disse...

Medeiros,
Boa tarde!

Paz e Bem!

Nota de falecimento:
Não sei se você esta sabendo, mas mesmo assim comunico-lhe o falecimento de nosso colega, frequentador de seu blog, Murilo Chaffy Hallak - Chacal (sem medo de falar(ou dizer) o nome), ocorrido ontem dia 23/02/2012), aqui em São João del-Rei (MG).
Eliana Maria

wilson luiz disse...

O circo esta pegando fogo, e os palhaços estão alvoroçados...
Transcrito da Folha de S.Paulo
Próximo Texto | Índice | Comunicar Erros
Disputa política no Banco do Brasil preocupa governo

Embate opõe presidentes do BB e da Previ, o fundo de pensão da estatal

Apesar de comandarem instituições 'irmãs', Aldemir Bendine e Ricardo Flores não se falam há quase um ano

NATUZA NERY
SHEILA D’AMORIM
DE BRASÍLIA
Após as denúncias de irregularidades na Casa da Moeda e na Caixa Econômica Federal, o ministro Guido Mantega (Fazenda) enfrenta um novo foco de crise que ameaça a sua área: a disputa de poder no Banco do Brasil.

A queda de braço envolve, de um lado, o presidente do BB, Aldemir Bendine, homem de confiança de Mantega e de Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência).

Do outro, Ricardo Flores, o presidente do poderoso fundo de pensão dos funcionários do banco, a Previ, a quem Bendine acusa de querer derrubá-lo do cargo.

Em disputas paralelas, estão ainda alguns setores do PT que comandavam áreas do banco e foram escanteados após a chegada de Bendine.

O presidente do BB e Flores não se falam há quase um ano. A Previ cuida das aposentadorias dos funcionários do BB e é responsável por investimentos bilionários.

O grupo de Flores alega que o real interesse de Bendine é nomear um aliado no comando do fundo.

O rompimento vem de 2011, quando chegou ao conhecimento do Planalto que Bendine ambicionava ser indicado para o comando da Vale.

Só que Flores, presidente do conselho de administração da mineradora, não chancelou seu nome.

No governo, há o temor de que uma guerra de dossiês cause crise sem precedente e respingue em outras áreas.

Um dos alvos recentes de acusação apócrifa foi Allan Simões Toledo, ex-vice-presidente de Atacado e Negócios Internacionais do BB. Ele foi exonerado em dezembro por ordem de Mantega.

Levado ao cargo por Bendine, teria saído por articulação do próprio padrinho. Para o grupo do presidente do BB, Allan Toledo trabalhava para tomar seu lugar no comando do BB.

Tradicionalmente, executivos da instituição costumam pedir demissão, mesmo nos casos mais críticos, para evitar a ideia de dissenso.

A demissão foi a primeira sinalização pública da briga.

Neste ano, Bendine substituiu, em bloco, 13 diretores. Oito deles, porém, mudaram de função, o que ajudou a diluir o impacto da troca de adversário do presidente.

Quando assumiu o banco, em abril de 2009, Bendine negociou pessoalmente com o ex-presidente Lula a troca de seis vice-presidentes numa tacada só. Quatro saíram do banco e dois foram mantidos, mas mudaram de função, entre eles, Flores e Toledo. Parte da oposição a ele vem justamente dessas mudanças.

Há alguns dias, a crise atingiu interesses do governo. O presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), derrubou a votação que criava o fundo de previdência complementar do funcionalismo.

Maia estaria irritado por não emplacar um afilhado no BB. Ele nega.

O poder conquistado por Bendine na instituição, com aval de Mantega, ressuscitou ainda uma insatisfação em petistas de peso como os paulistas Ricardo Berzoini, Luiz Gushiken e João Vaccari.

Eles foram escanteados do controle de postos-chave do banco. Em sua defesa, Bendine apresenta resultados positivos, como o lucro recorde, em 2011, de R$ 12,1 bilhões.

Próximo Texto | Índice | Comunicar Erros

Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.

Medeiros disse...

Lamentável o falecimento de Murilo Chacal, que não tinha medo de falar a verdade, em São João del Rei, no dia 23. Falei que a velhice é também perder amigos e colegas.

Morreu em Porto Alegre, com mais de oitenta anos, depois de longa internação hospitalar o colega Adolfo Ubirajara Kramer, um dos fundadores da AFABB RS e da Cooperforte, da qual foi delegado por muitos anos.

A quarta feira de cinzas ficou ainda mais triste com a perda desses colegas.

Que descansem em paz !

Anônimo disse...

Hoje também saiu uma matéria na Folha on line cujo título é "Disputa no Banco do Brasil tem novo foco de atrito", que trata também, das super aposentadorias do alto escalão; e alguns colegas postaram mensagens na área de comentários.

Rubem Tiné disse...

Uma pena o falecimento de Camilo Calazans. Enquanto isto, o circo pega fogo no atual "bb" é isto mesmo, com b minusculo. Alta cúpula brigando e nas agências só se tem notícias de que o assédio moral continua forte, alta rotatividade dos funcionários novos, péssimo atendimento e o banco sendo um dos primeiros no triste ranking das reclamações dos PROCONs e das ações na justiça.

Consultora em Educação disse...

Como conviver com o idoso

Ivone Boechat (autora)

1- Nunca pergunte a um idoso: qual é o segredo de viver tanto assim? Porque a pessoa não vai lhe convencer ou vai dizer que não sabe a resposta. Quem vai adivinhar como se vive anos e anos, com tanta virose, corrupção, mentira, tapeação, bala perdida, exploração... ruindade!
2- Nunca telefone ou visite um idoso entre 12:00h e 16:00h. TODO idoso gosta de descansar nesse período sagrado.
3- Jamais conte um problema ao idoso. Ele vai poder ajudar? Também não seja o problema do idoso: é covardia. Ele não vai ter como se defender.
4- Nunca interfira na decisão do idoso: se ele decidiu ser enterrado ou cremado. Não fique reclamando do preço da cremação, do túmulo..Nem fique agourando e perguntando o que a família deve escrever por cima do túmulo.
5- Nunca diga ao idoso: essa história você já me contou dez vezes. Diga a ele que a história é interessante e o ajude a resumi-la. Ele vai entender que a história é conhecida!
6- Não estimule o idoso a se lembrar de um fato que lhe cause sofrimento. Desvie sempre a tristeza para o lado bom de tudo.
7- Não explore a disponibilidade do idoso, lembre-se que ele já trabalhou muito e hoje não tem mais resistência, saúde e vigor para tomar conta de problemas e cachorros... dos outros. Deixe em paz o cartão bancário com o pagamento da minguadíssima aposentadoria. Vai à luta!
8- Mude o canal da TV quando o assunto é desgraça!
9- Ao visitar o idoso, leve algo que lhe faça bem à saúde: boa conversa, estímulos, boas notícias... palavras cruzadas, linha para crochê... uma fruta que ele possa consumir... um livro. Nas festas de aniversário e Natal, seja criativo! Chega de tanto pijama e chinelo.
10- Lembre-se: a pessoa idosa tem todo direito à felicidade e não vai ser você que vai atormentar os derradeiros dias da vida de ninguém. Exercite a gratidão, o perdão, a solidariedade e chega de despejar lixos de traumas, tristezas antigas e carências na caçamba que a vida cismou de colocar na porta de quem lutou tanto para resistir às intempéries.