RETIRADA DE PATROCÍNIO

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Continua fervendo a questão da retirada do patrocínio.  Parece até que não tem outro assunto mais relevante do que esse.  Colegas preocupados me perguntam: - o que vai ser de nós se o BB retirar o patrocínio da Previ ?  Quando isso vai acontecer ?

Personalidades do nosso meio já se manifestaram de que não possuem dúvidas a respeito. Só não sabem QUANDO isso vai acontecer.  Então tá !  O terror está instalado e tem colega que não dorme pensando na certeza, do BB se retirar da Previ.

Duas reuniões importantes estão prestes a se realizar para debater o assunto.

A primeira que foi marcada é a do Rio de Janeiro, que vai acontecer no dia 24 de julho na AABB Lagoa.  A liderança é do José Adrião, presidente da Associação de Aposentados do Rio de Janeiro, a AAPBB, entidade  regional  atuante que reune aposentados divergentes da AAFBB, que também tem sede no Rio.  Parece que a AAPBB, do Adrião, se afastou da FAABB. Não tenho certeza .

O Adrião tem tido várias iniciativas boas, como aquela relativa ao início da discussão do superávit com a diretoria da Previ. Lembram ?

A segunda reunião foi marcada para mais cedo, para o dia 18 de julho, em Brasilia, sob a liderança da Isa Musa Noronha, vice presidente da Unamibb e presidente da FAABB, e parece que também do Gilberto Santiago, da AAFBB e também do Amaral da ANABB.

Para essa reunião a Isa convidou diversas pessoas atuantes em nosso universo do BB para debater a matéria, com as despesas de viagem e hotelaria pagas.  Os palestrantes serão o Ruy Brito, que vai falar sobre as apropriações, e o Anchieta Dantas, que vai falar sobre a retirada do patrocínio.

Além dessas duas reuniões, foi anunciado que uma audiencia com o Ministro da Previdencia já está marcada e vai acontecer concomitantemente.

Essas reuniões tem provocado bastante ruído em nosso mundinho do BB, que está flagrantemente desunido desde as eleições para a PREVI e por causa dessa desunião perdeu espaço para a chapa vitoriosa da situação.

Espero que os ânimos serenem.  Sempre tenho dito que o inimigo está na frente, não nos lados e muito menos atrás.  Mas é difícil fazer uma colcha dos retalhos diversos  que os estrategistas maquiavélicos teceram visando enfraquecer as justas reivindicações nossas, criando segmentos diferenciados, como os grupos pré 67 e pós 97.

Bem, o panorama é esse. Espero que o clima melhore e a nossa propalada união avance.

Oxalá !




29 comentários:

Anônimo disse...

Caro e combativo e paciente Dr. Medeiros, apesar de tantas criticas e incompreensões, o colega (permita-me chama-lo assim, pois somos aposentados do BB), não é moleza não, grande de parte de nossos colegas, não tem ponto em comum, o que leva a desunião. É uma pena, pois sem união, não vamos a lugar nenhum. Torço para que tenhamos continuidade e sucesso em nossas empreitadas, reuniões produtivas, e o seu talento e vivência colocado em orientaçao para todos nós. Obrigado mais uma vez pela existencia de seu blog, muito necessário em nossas vidas, e vamos torcer que tenhamos noticias melhores. obs- Mais um fundo de penção, o dos Portuarios, esta sendo encerrado. Muita saude e sorte, na paz de Deus. Aqui aposentado de Cambé-PR, lhe desejando muita saúde e competencia em sua vida.

Anônimo disse...

Pelo que se sabe, quem preside a Unamibb é o Dr Altair, não? Parece-me que dona Isa é tão somente sua vice ou será que Dr Altair faleceu e não estou sabendo?

Anônimo disse...

Sinceramente, não acredito mais união de forças. Pelo que tenho visto e lido por ai em diversos blogs, o que vejo são interlocutores que se dizem a favor da união, mas acabam mesmo é trabalhando na tentativa de fortalecer suas posições individuais.
E quando há uma oportunidade de participar de discussões comuns, sempre "enxergam" interesses "obscuros" e se isolam em suas vaidades, não querendo dar o braço a torcer.
D.Isa é atacada por uma minoria faz tempo, mas sempre estende sua mão.
Comparo nossa situação à dos judeus e palestinos, que dizem querer a paz, mas rechaçam qualquer alternativa que leve ao fim dos conflitos.
Já disse várias vezes: Há pessoas que prosperam com o caos, com o negativismo. A união esvaziará seus discursos e os deixará pregando no deserto.
Por essas e outras, sou descrente quanto à união dos nossos interesses.

Claudio

Anônimo disse...

Brincadeira? Tudo isso ja sabemos.
Qual a novidade?
Voce disse que ia comentar sobre a retirada de patrocinio....
Medeiros, e a tua cara....
Duda

Medeiros disse...

Colega anônimo insatisfeito,

Pediram-me um panorama e foi o que eu fiz. Sobre a retirada de patrocínio , por favor vá na postagem específica sobre o assunto, se quiser saber a minha opinião.

Ou quer que eu ponha mais água na fervura ? Para quê ?

Pretendo fazer um comentário na próxima semana sobre a situação dos pré 67, que é o meu caso.

Qual é a tua , colega ?

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Quando saiu essa matéria sua sobre a retirada de patrocínio ?

Obrigado

Medeiros disse...

Caro colega,

Saiu em junho, sob o título: Retirada de Patrocínio, ameaça ou paranóia ?

Luis-BH disse...

Olha, se a Previ me entregar toda minha reserva, não recuso não. Nada de dividir com o BB. Já cansei dessas negociatas. Prefiro administrar diretamente meus recursos.

Mas o pessoal da ativa tem que se prevenir...

Anônimo disse...

Caro doutor Medeiros,

Eu não sabia de nada do que o doutor informou.

Achei muito útil a informação do que corre nos bastidores.

Aliás o seu blog é o mais informativo que existe na praça.

Valoriza a informação presente.

Continue, por favor. Não pare. Precisamos saber o que se passa e só o doutor tem coragem para contar, sem fazer ataques desnecessários nem usar palavrões.

Obrigado.

Luizinho de Maringá - PR

Profº Ari Zanella disse...

Dileto colega Medeiros,

Compreendo perfeitamente sua opinião de não se criar pânico ou paranoia sobre o tema. Seus argumentos são convincentes, nada obstante, haja sinais inequívocos de que o patrocinador esteja em maus lençóis para atender os parâmetros de Basileia III. O governo lhe impõe reduzir os juros (queda de receitas); as Ações Trabalhistas proliferam, e com a crise a inadimplência pode aumentar. É, no mínimo, uma situação complexa. De onde virá o equilíbrio do BB senão da Previ?
Por isso, estou ansioso para ouvir o Ruy Brito e o Dantas dia 18 em Brasília.

Abraços fraternos.

Medeiros disse...

Caro Professor Zanella,

Ótimo. Depois reproduza em seu blog para nosso conhecimento.

Tudo é possível hoje em dia.

O BB já encaminhou ao Bacen um plano de 5 bilhões para melhorar seu índice na Basiléia. Um bilhão e meio já foi aprovado. Está no site do BB.

Acho que o BB não irá se desfazer nunca da PREVI, pois isso, entre outras benesses, significaria ficar longe da VALE.

A crise poderá exigir uma nova subscrição de ações do BB por parte da PREVI,o que já aconteceu anteriormente.

Vamos acompanhar. A Dilma disse que vai virar o jogo. Certamente o BB está no time dela.

Uma boa notícia. Um amigo aí de Joinville, viu no blog o meu problema com os ingressos do festival de danças e me conseguiu as entradas para o espetáculo.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Informação veiculada pela FAABB dá conta de que a audiencia com o Ministro foi adiada para agosto.

Por que será ?

Medeiros disse...

A mesma fonte informa que foram apresentadas nada menos do que 2.400 propostas de alteração da resolução de retirada do patrocínio.

O Ministério teria dito que a resolução vai sofrer alteração mas só de redação não do conteúdo.

O que acham ??????

Anônimo disse...

Mederão, véi de guerra:

Tava aqui pensando com meus botões e tive uma grande idéia. Ki tal o Mederão fazer um corte moicano igual ao Neymar? As gatinhas vão enloquecer! A patroa que não vai gostar muito... Então, dá pra sair uma caricatura do Moicano Mederão ou tá difícil? Mederão é o cara! É ele e o Neymar

Anônimo disse...

Igualzinho a 2008.Igualzinho a Resolução 26.Também àquela época a FAABB se reuniu com ´"orgãos de controle" e nada. A Res. Retirada já está amparada pelo Parecer 139/2012 da Cojur - MPS/CGU/AGU.As propostas de alteração aceitas serão "coloque acento no A, tire a virgula, coloque ponto e virgula".
É só! Dona Isa é vice na Unamib, foi o que disse o Dr.

Anônimo disse...

Eh tanta zuada, briga aqui briga dali, dizem que as entidades vao se reunir, ateh parece entidade espirita pois nao vemos nada.

Um colega me disse ha uns 30 anos que essas entidades quando se juntam nao dao um punhado de piabas fritas.

Ora o que se quer agora eh o ES 180X180 prometidos pela chapa 6. Quanto a briga de PREVI E BB EH BRIGA DE GENTE GRANDE. Isso vai rolar A N O S S S S S S S S.

Profº Ari Zanella disse...

Que boa notícia, Dr. Medeiros. Desejo encontrá-lo no dia 23 para conhecê-lo pessoalmente e trocar figurinhas ao vivo. Bem-vindo à cidade dos príncipes que hoje esbanja belas princesas. Não consegui os ingressos, não pude lhe dar esta alegria, mas, mesmo assim, se precisar, estou sempre à disposição.

Anônimo disse...

Pois é, Dr. Medeiros, eu já começo e pensar que tudo isso é massa de manobra e de barganha. No fim, vai ficar tudo como antes, ou seja, como está agora, com o BB levando 50%.

Anônimo disse...

Quem não lembra das ações do FGTS, com o governo intervindo no final com proposta de acordo e que esvaziou todas as decisões da justiça, até então havidas!!! Neste momento temos as ações Resíduos da Poupança que caminham para o igual desfecho. Por sua vez, o entrevero BB/Previ x Assistidos do Plano1 que começa a perturbar muita gente, acredito eu que tomará a mesma vereda. Num futuro próximo far-se-á uma grande barganha e todos terão que contribuir para a continuidade. Vejo tudo isto deste jeito.

WILSON LUIZ disse...

Mais um, ou melhor, dois motivos pelos quais acho que o Banco do Brasil não vai deixar a condição de "patrocinador" de nosso fundo de pensão.
1 - deixando o BB de ser patrocinador, certamente não mais serão pagas aposentadorias de R$ 40.000,00 para diretores do Banco e da PREVI, e
2 - onde serão acomodados as centenas de "cumpañeros" pendurados nos conselhos de administração das empresas nas quais o PREVI tem participação, principalmente porque a coisa está como o diabo, ou melhor,como os sindicalistas gostam, ganhar um bom dinheiro sem trabalhar. Aliás, neste ponto, a base aliada não tem vez, praticamente todos os cargos estão em mãos do PT.

Anônimo disse...

Doutor Medeiros,

Essa carta da dona Isa Musa é frustrante antes das reuniões.

Ela já transmite a posição oficial.

Não haverão alterações substanciais, só redacionais,

Isso que foram apresentadas cerca de 2400 propostas.

Então não precisam mais as reuniões.

JÁ ESTÁ TUDO DEFINIDO.

carlos fernandes MG

Anônimo disse...

Que o Governo não tem a intenção de mudar uma linha na Resolução de Retirada de Patrocínio todo mundo já sabia. A reunião de Brasília servirá para definir como reagiremos, que instrumentos jurídicos iremos providenciar. Tem que fazer isso mesmo. Tentar segurar os dedos, pois os anéis já eram. Confio na dona Isa

Anônimo disse...

Vou fazer um comentário, depois de analisar os posts de vários blogs sobre a retirada de patrocínio. Quero salientar que sou completamente leigo no assunto, e é apenas uma opinião pessoal (um chute..rs).
Pelo visto, a retirada de patrocínio já é coisa decidida, faltando apenas a implementação, após a definição das regras. A reversão deste quadro, tendo em vista o "rolo compressor" dos "companheiros", é praticamente impossível.
Mas, e quanto a nós, partipantes da PREVI?
Eu creio que não afetará os participantes do Plano 1, por ser um plano FECHADO, com data para acabar (a morte do último participante) - talvez uns 50 anos -, e com um patrimônio fabuloso. Ora, se os recursos cada vez MAIORES estarão sendo usados para pagar beneficios cada vez MENORES (uma vez que os detentores dos complementos de maior valor estarão falecendo antes, pela ordem natural das coisas), a projeção é de que o atual patrimônio, com o passar dos anos, tenha um considerável aumento.
O Banco do Brasil é uma instituição secular, e , neste caso, 30, 50 ou 80 anos são quase nada.
A pergunta: qual seria a VANTAGEM de se retirar da PREVI agora, se já vem se beneficiando de 50% dos "superavits"..rs.. e ainda ficará com o saldo todo, no final?
Acho que só ocorreria a retirada se o BB fosse obrigado a devolver os 50% que vem levando, e fossem retomadas as contribuições. Coisa dificil de acontecer, no contexto que temos em termos de Executivo e Judiciário.
Nascimento.

Anônimo disse...

Colegas,

Sou capaz de casar uns cobres $$$$ de que o BB jamais deixará o patrocínio da Previ. Sabem por que? Porque é a galinha dos ovos de ouro. E se retirar, já vai tarde!!! Haveremos de precaver com falsos superavits da Previ, daqui para frente, pois quando o rombo estiver grande, aí sim ele cai fora. Conselho Fiscal da Previ, abra os olhos!!!

WILSON LUIZ disse...

A SEMANA À BRASILEIRA...COM UM TOQUE DE PAÍS SÉRIO

FINALMENTE, UMA LEI CONTRA OS BANDIDOS - Foi sancionada a nova lei contra a lavagem de dinheiro. Ela enquadra qualquer patrimônio de origem não comprovada, e bens bloqueados ficarão indisponíveis até a conclusão do processo. Agora, o famoso "transitado em julgado" trabalhará contra os malfeitores, eles que esperem 20 anos pela conclusão do processo. Sempre achei que um bloqueio rigoroso de bens ilícitos é a melhor forma de combater a corrupção, já que, neste nosso país, poderosos não vão para a cadeia, a Polícia Federal prende dezenas em várias operações,e em pouco tempo todos estão livres.

NOSSAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES - A presidente Dilma declarou que país algum pode se considerar desenvolvido se não cuidar de suas crianças e adolescentes. É verdade que ela declarou isto para desviar a atenção do baixo crescimento do PIB, mas de qualquer forma, vamos ter esperança que ela leve a sério o que falou.

Anônimo disse...

AGORA VÃO SE RETIRAR????

Bem que esses metralhas poderiam devolver
o que nos roubou não eh?
Então dona Isa? O que a madame acha?

Isso não é roubo??!!Eu roubo e vou embora??!!
Não acontece nada comigo???
A nossa metade foi dada de mão beijada ao banco com autorização de quem???? Não esqueçam desse detalhe.

Anônimo disse...

Putisgrilo...

KD O ES ?

Sr. Medeiro, da para o amigo ajeitar isso?

Anônimo disse...

Falando em ES, parece que a PETROS empresta com prazo dd 120 meses e já reajustaram o limite.Será mesmo, Dr.? Tem como confirmar?

Anônimo disse...

A sra. Presidente deveria saber que país desenvolvido CUIDA DE TODO SEU POVO. Não gosto destes pronunciamentos aportunistas que só dividem ainda mais a nação. Pra que falar em proteger este ou aquele, deveria ela, que tem o PODER, agir em favor de todos, INCLUSIVE DOS IDOSOS. Coisa sem graça esteas manifestações.